HomeUpbit continua congelando fundos de investidores estrangeiros

Upbit continua congelando fundos de investidores estrangeiros

fevereiro 21, 2020 By Sabrina Martins

Enquanto 2019 terminava, os saques de criptoativos para clientes estrangeiros da Upbit pareceram terminar também. Conforme observado em dezembro do ano passado, a exchange começou a bloquear as retiradas de seus usuários fora da Coreia do Sul.

Em uma retrospetiva no final de 2019, relembramos que a Upbit foi hackeada. Como resultado, o preço dos criptoativos foi derrubado. O Bitcoin, por exemplo, caiu abaixo de US$7.000. Ademais, a exchange perdeu US$49 milhões em Ethereum. Logo após o hacker, muitas vítimas foram solicitadas a reenviar as informações de KYC que já haviam mandado em 2017.

Sendo assim, muitos acreditaram que o congelamento fosse uma resposta ao ataque. A crença era que a exchange iria segurar os fundos enquanto investigava o hacker. Contudo, a narrativa agora é outra e a visão atual é que o bloqueio se justifica com um possível imposto pendente.

Mais de 6300 traders chineses não foram capazes de retirar seus fundos retidos desde dezembro de 2019. Enquanto isso, clientes coreanos conseguem fazer retiradas sem problemas. Dessa forma, as vítimas sustentam o pensamento de que a exchange utilizou os fundos de seus usuários para pagar impostos e evitar uma multa como a que a BitHumb sofreu.

De acordo com a carta do Serviço Nacional de Tributação da Coreia do Sul (NTS), a BitHumb deveria pagar impostos adicionais de US$69,3 milhões para o ano fiscal de 2019. Logo, evitar um confisco dessa largura parece ser a principal vontade da Upbit.

No entanto, há outro fator que pode estar contribuindo para o congelamento de fundos. Song, executivo da exchange, recebeu em dezembro uma sentença de prisão por fraude. Com o intuito de aumentar o volume de negociação de sua corretora, Song usou identificações falsas para simular 122 bilhões de Won Coreanos em sua exchange. De acordo com o pedido da procuradoria, o sênior da Upbit deveria ser condenado por 7 anos e levar uma multa de 1 bilhão de Won para pagar por seu crime. Isso poderia ter deixado uma das maiores exchanges da Coreia do Sul insolvente.

Apesar de haver muitas teorias, o verdadeiro motivo ainda é desconhecido, pois, a Upbit não respondeu às perguntas sobre as circunstâncias dos fundos congelados. Dessa maneira, os clientes estrangeiros da exchange terão que esperar uma decisão das autoridades da Coreia do Sul. Só assim saberão se terão seus fundos novamente. Todavia, isso pode levar tempo. Por isso é sempre bom lembrar que exchange não é carteira. Ademais, Not your keys, not your Bitcoin.

 

Clique aqui para ler: Ripple deseja junção entre XRP e Ethereum

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin! Se inscreva em nossas redes sociais:

Tags: