HomeTodas as criptomoedasComo comprar Criptomoedas | Guia completo
Cryptocurrencies logo

Como comprar criptomoedas - onde comprar criptomoedas?

Cryptocurrencies logo
Cryptocurrencies (CRYPTO)
...
Câmbios 24h
...
Câmbios 7 dias
...
Valor de mercado
...

Há vários anos que o espaço das criptomoedas é extenso. Desde a sua expansão em 2017, milhares de moedas digitais foram criadas, com o objetivo de introduzir melhorias em todas as indústrias imagináveis. Os preços dispararam novamente em 2020, em plena pandemia global. Os preços de moedas como Bitcoin, Ethereum, Cardano, Binance Coin, e muitas outras, dispararam, a maioria alcançando novos máximos históricos.

O próprio Bitcoin, a primeira e a principal criptomoeda, já registrou um preço três vezes maior do que seu recorde de 2017, ao alcançar os 61 000 $ há poucas semanas. Por isso, se você estiver interessado em comprar uma criptomoeda, para investimento ou negociação, nós podemos contar-lhe tudo o que você precisa saber sobre ela antes de você se comprometer a fazê-lo.

Ir para uma seção

Compre Cryptocurrencies em 3 etapas fáceis

Criar uma conta gratuita

Preencher toda a informaçõe solicitada utilizando os seus dados pessoais com precisão. Verifique u e-mail de confirmação e faça login com seu e-mail selecionado e senha.

Deposite fundos em sua conta

Escolha seu método de pagamento favorito e siga os passos para fazer o seu primeiro depósito. O valor mínimo de depósito pode mudar dependendo da sua localização.

Compre Cryptocurrencies!

Pesquise Cryptocurrencies na lista de criptomoedas disponíveis. Use um "Buy Order", escolha a quantidade de CRYPTO para comprar, configure outros detalhes comerciais e confirme o pedido.
PayPal logo
Mastercard logo
Visa logo
Bank Transfer logo
Skrill logo
Neteller logo

Por que negociar em vez de comprar criptomoedas, para retornos baratos e rápidos?

1

Você não precisa de uma carteira

Você negocia com base no movimento do preço da moeda sem ter de comprá-la e armazená-la.

2

Você pode usar métodos de pagamento tradicionais

Todos os corretores regulamentados aceitam métodos populares de pagamento, tais como cartão de crédito/débito e transferências bancárias.

3

As negociações são rápidas e as retiradas são fáceis

As negociações são executadas em segundos e as retiradas entram instantaneamente em sua conta.

Compre criptomoedas Hoje!

Cinco coisas a considerar se você deseja comprar criptomoedas

Antes de correr para comprar a moeda de sua preferência, há algumas considerações que devem ser levadas em conta. Não é nada difícil ou complicado, apenas um lembrete sobre algumas coisas que você deve preparar para fazer tudo corretamente.

Escolha cuidadosamente o seu método de pagamento seguro preferido

Para comprar criptomoedas em uma plataforma de negociação, você deverá começar por depositar algum dinheiro e, para fazê-lo, você pode escolher entre uma variedade de métodos de pagamento. A maioria das plataformas aceita cartões de crédito e débito, ou transferências bancárias. Algumas também aceitam PayPal, Skrill, ou algum outro método de pagamento que você possa preferir. 

É claro que também há coisas a serem consideradas, tais como velocidade de transação e taxas. Por exemplo, as transferências bancárias são as mais lentas - podem levar alguns dias - mas também são as mais baratas. Os cartões de crédito entregarão seu dinheiro muito rapidamente, mas pode ser caro utilizá-los. No final, você terá que ver quais opções estão disponíveis, e então decidir sobre suas prioridades - a velocidade é mais importante do que o custo de fazer uma transação, ou será o contrário?

Você precisará configurar sua própria carteira?

A próxima coisa a considerar é a criação de sua própria carteira. As plataformas de negociação centralizadas são privativas, o que significa que elas têm suas próprias carteiras, nas quais você precisa depositar as criptomoedas que deseja negociar na plataforma, ou moedas que você comprou. Somente depois de já ter colocado os fundos na carteira integrada da plataforma, você poderá retirá-los para sua própria carteira particular, onde você é o único que possui as chaves privadas.

Para algumas pessoas, deixar moedas na carteira do câmbio é ótimo. Outras, porém, sentem que é menos seguro. Primeiro, contanto que o câmbio tenha a chave privada, ele não é diferente de um banco e, assim, você não é o único proprietário de seu dinheiro. Sem mencionar que houve muitos hacks que resultaram no roubo do dinheiro dos usuários das plataformas. Se você pretende manter seu investimento em criptomoedas por um longo período de tempo, é melhor transferir esses fundos para sua própria carteira.

Comparando custos

Naturalmente, os custos são um grande fator na indústria das criptomoedas. Na verdade, uma das razões pelas quais a indústria das criptomoedas está se tornando mais popular do que os bancos é o baixo custo para fazer transações e negociações. Contudo, mesmo dentro da indústria das criptomoedas, existem plataformas e até mesmo redes que são consideradas caras. O Ethereum, por exemplo, tem uma rede extremamente cara, onde as taxas de transação podem ir até 50 $. 

Segurança e proteção

Naturalmente, a segurança é e deve ser sua prioridade máxima ao negociar criptomoedas. Os ataques de pirataria informática são bastante comuns, embora sua taxa de sucesso possa variar. Depois, existem trapaceiros, projetos falsos e outros semelhantes. Ou seja, você deve sempre usar todas as medidas de segurança oferecidas pelas bolsas e carteiras, como o 2FA, a criação de senhas fortes e complexas, entre outras coisas. Lembre-se - na indústria criptográfica, você é o único responsável pela segurança de seus fundos.

Você consegue entender e navegar na plataforma?

Por último, você também deve verificar a complexidade da plataforma que decidir utilizar. Existem muitas plataformas diferentes e todas elas têm uma configuração única em termos de funcionalidade. Algumas foram projetadas para profissionais, e tais plataformas estão repletas de ferramentas avançadas e complexas que um iniciante é muito mais susceptível de achar confuso e intimidador do que útil. Por outro lado, existem também plataformas especificamente projetadas para serem simples e para ajudá-lo a dar seus primeiros passos no mundo das criptomoedas.

Guia para iniciantes na negociação de criptomoedas

O que é um corretor de criptomoedas?

Vamos começar este próximo segmento explicando o que são os corretores de criptomoedas. Os corretores propriamente ditos são serviços que podem ajudá-lo em suas negociações. São plataformas que estão conectadas a muitos mercados diferentes e permitem que você conheça todos os diferentes preços para que você possa encontrar o melhor. O benefício é que você só precisa operar a partir de uma única plataforma - a plataforma de seu corretor. Além disso, os corretores também podem ser instruídos a negociar em seu nome, com regras específicas sobre o que fazer em determinadas situações.

O que é um CFD de criptomoedas?

Os CFDs são abreviaturas de “Contracts for Difference” (em português, “Contratos por Diferença”). São contratos financeiros que não têm valor próprio. Seu preço deriva de um ativo subjacente, daí o nome. Os CFDs são apenas um tipo de derivativos, sendo os outros as “opções" e os “futuros". Todos eles têm várias coisas em comum. Por exemplo, você pode apostar no comportamento do preço do ativo subjacente sem ter de comprar o próprio ativo. 

Digamos que você está nas finanças convencionais e deseja investir em ouro. Você teria de comprá-lo ao vendedor, pagar pelo transporte, e inclusive protegê-lo devidamente para que ele não seja roubado. Se, por outro lado, você optar por CFDs de ouro, você só compra contratos sustentados pelo ouro, e não o ouro em si. É o mesmo no mundo das criptomoedas - se você comprar Bitcoin, você tem de criar uma carteira, protegê-la, e afins. Se você comprar CFDs de Bitcoin, você pode simplesmente possuir os contratos, e não ter nada que ver com o BTC, exceto para explorar os movimentos do seu preço.

Qual é o benefício da regulamentação das criptomoedas?

A regulamentação das criptomoedas é importante porque proporciona segurança e cobertura. Se você perder dinheiro em uma troca não regulamentada, não há garantia de que você alguma vez receberá seu dinheiro de volta. Os corretores e as plataformas regulamentadas, por outro lado, podem ser responsabilizados, e eles são obrigados a compensar você por quaisquer perdas que você possa ter sofrido por causa de falhas mecânicas, erros ou situações similares, onde a falha seja da própria plataforma. 

Qual é o melhor método de pagamento para comprar criptomoedas?

Já falámos brevemente sobre isso, mas existem vários métodos de pagamento que você pode utilizar para comprar criptomoedas. Alguns são melhores em termos de custo, enquanto outros, ainda que mais caros, podem ser mais rápidos, o que é melhor para quem tem pressa de aproveitar uma oportunidade nova. Por exemplo, você pode usar:

Cartão de crédito/débito

Os cartões de crédito e débito são a maneira mais rápida de entregar dinheiro ao seu corretor/câmbio de sua escolha. No entanto, eles também têm as taxas mais altas, portanto são a melhor opção para quem não está com um orçamento apertado. Se você estiver, cada dólar conta, e cada dólar que você usa para pagar as taxas é um dólar a menos para investir.

Transferência bancária

As transferências bancárias são muito baratas e uma boa escolha para quem não deseja desperdiçar dinheiro com taxas caras. O problema é que elas são lentas, e às vezes podem levar alguns dias para entregar o dinheiro. Esta não é geralmente a opção destinada a investidores profissionais que pretendem explorar rapidamente as mudanças de preços, mas pode ser uma opção decente para iniciantes que não têm pressa e estão apenas começando a explorar as criptomoedas. Não interprete isto mal - você também deve procurar oportunidades e maneiras de lucrar. 

PayPal

Até há pouco tempo, o PayPal não queria ter nada que ver com o mercado das criptomoedas. Assim, não disponibilizava seus serviços para depositar ou retirar dinheiro para e de qualquer plataforma. Entretanto, existia uma forma de usar o PayPal para comprar moedas de forma quase imediata, que era usar as plataformas P2P. Nessas plataformas, o vendedor oferecia suas moedas e pedia um preço específico. O comprador interessado entraria em contato com ele, e eles fariam um acordo onde o comprador enviaria fundos para o PayPal do vendedor. Depois que o vendedor recebesse o dinheiro, ele liberava as moedas para o comprador.

O processo de verificação para negociar criptomoedas

Quando você acessa uma plataforma de câmbio ou corretor para negociar moedas, você terá primeiro de se registrar e verificar sua conta. Isto significa enviar certos documentos que confirmam sua identidade para provar que é realmente você que está por trás de seu nome e dados. Isto é necessário para protegê-lo contra roubo de identidade, uma vez que piratas informáticos e golpistas roubam frequentemente estas informações e negociam em nome de outra pessoa. 

Criptomoedas: Investimento a curso ou a longo prazo?

Outra coisa que você precisa decidir é se deseja investir em criptomoedas por períodos mais longos ou mais curtos. Há uma grande diferença nesta abordagem, mas se você fizer as duas corretamente, você obterá resultados semelhantes no final.

Os investimentos a longo prazo, por exemplo, exigem que você compre moedas, as tranque na sua carteira e as esqueça por vários anos. Com sorte, dentro de alguns anos, o preço da moeda subirá, e quando você as vender, você terá feito um bom lucro.

Os investimentos de curto prazo, por outro lado, exigem compras, vendas e negócios regulares. Esta é, obviamente, uma opção muito mais trabalhosa onde você tem de acompanhar o mercado e os movimentos de preços, explorar novas oportunidades e afins. Isto pode ser difícil e incômodo, mas o benefício é que você pode obter um bom lucro ao longo do tempo. 

Por quê comprar criptomoedas em vez de negociá-las?

Dependendo da moeda que você deseja usar, talvez seja melhor comprá-la e guardá-la em vez de tê-la apenas por um curto período de tempo antes da sua troca. O problema é que a maioria das criptomoedas ainda são subvalorizadas. Quando você olha para seus “white papers” e vê seus planos para o futuro, torna-se claro que eles têm esta grande visão de como mudar e revolucionar algum aspecto do mundo. Por outro lado, seu preço acaba sendo extremamente barato, e assim fica claro que não corresponde à importância do projeto. 

Como funciona as criptomoedas

Você pode comprar ou vender criptomoedas por corretoras e exchanges. Mas primeiro você precisa criar sua carteira virtual ou desktop.

Depois de criar, você terá um endereço, ninguém saberá seu nome nas transações, tudo é feito anonimamente. Com o endereço pronto, poderá solicitar o envio dos Bitcoins para carteira.

A única maneira de ocorrer falhas com as criptomoedas é pela má gestão da sua carteira, como no caso de perder senhas, não fazer backup para outro computador etc. O próprio responsável pela carteira é o usuário que a criou!

Como Funciona?

Para que as criptomoedas funcionem é necessário a tecnologia blockchain, chamado de livro de registros públicos.

Através da blockchain ocorre o compartilhamento das transações aos usuários. Tudo fica registrado e deve ser validado pela rede. Essa é uma maneira de não ocorrer fraudes nas transações pela internet.

Esse é nosso livro de confiança pública, para que usuários que não se conhecem possam ver as transações validadas na rede, através do endereço eletrônico da carteira das criptomoedas.

Sem dúvida podemos considerar as criptomoedas como o novo método de pagamento na internet. Empresas como Microsoft investem muito em criptomoedas, a tendência é que no futuro, a economia mundial esteja baseada no dinheiro virtual.

Quais são as taxas envolvidas na compra de criptomoedas?

As criptomoedas são muito mais baratas de operar e usar do que o dinheiro tradicional, pois não passam por inúmeros intermediários interessados em receber dinheiro. Dito isto, existem certas taxas que você precisa pagar, e embora normalmente sejam bastante baixas, elas existem, e você precisa estar ciente delas.

Taxas de depósito

Algumas plataformas vão cobrar pelo depósito de dinheiro, o que geralmente é o caso dos corretores. As taxas podem variar de moeda para moeda e entre plataformas, portanto, cada caso será diferente.

Taxas de retirada

As taxas de retirada, assim como as taxas de depósito, existem em algumas plataformas, enquanto outras podem não as ter, necessariamente. Normalmente não são tão altas, mas você deve pagá-las para receber seu dinheiro.

Taxas de transação

Por último, existem taxas de transação, e estas são tipicamente muito pequenas, embora possam ser altas durante períodos de muito movimento. Ou seja, a taxa de transação média pode ser alta se você quiser que sua transação esteja entre as primeiras a ser processada. 

Armazenamento seguro das criptomoedas

Mencionamos a necessidade de armazenar suas criptomoedas com segurança e de protegê-las contra piratas informáticos, golpistas e outros malfeitores. Mencionamos também que as moedas digitais estão sendo armazenadas em carteiras privadas. O que ainda temos de explicar são os diferentes tipos de carteiras, e seus pontos fortes e fracos.

Carteiras online

As carteiras online são um tipo de carteira que é mantida permanentemente online, sendo também conhecidas como “hot wallets” (“carteiras quentes”, em português). Sua maior vantagem é que elas estão sempre na Internet, o que as torna facilmente acessíveis através de navegadores de computadores ou dispositivos móveis. Como tal, elas podem ser usadas rapidamente para retirar dinheiro em viagem ou enquanto você estiver em casa, sempre que surgir uma nova oportunidade de investimento. 

Carteiras móveis

Depois, há as carteiras móveis, que podem ser usadas como uma solução de armazenamento a quente ou a frio. O que acontece com as carteiras móveis é que você pode simplesmente armazenar moedas e desconectá-las da internet. Como tal, elas são totalmente imunes a pirataria, a menos que alguém roube seu telefone. Mas, mesmo assim, você provavelmente terá um cadeado que protegerá a carteira, mais a senha de entrada, e outros itens semelhantes. E, se você detectar uma nova oportunidade, você pode simplesmente conectar-se à internet e começar a negociar imediatamente. Como tal, as carteiras móveis podem ser seguras e convenientes, ao mesmo tempo.

Carteiras de desktop

As carteiras de desktop são semelhantes às carteiras móveis, sendo possível transformá-las em armazenamentos quentes ou frios, simplesmente conectando-as ou desconectando-as da Internet. Elas podem ser ainda mais seguras do que as carteiras móveis, pois existem muitos aplicativos antivírus e “anti-malware” que podem impedir que piratas informáticos invadam e comprometam seu computador. 

Carteiras de hardware

As carteiras de hardware são conhecidas como carteiras frias e são consideradas a forma de carteira criptográfica mais segura que existe. Normalmente, apresentam-se na forma de um pequeno dispositivo em forma de pen drive USB e só estão disponíveis na internet enquanto estão conectadas ao seu computador. Isto torna os períodos de exposição muito raros e breves, e são o melhor tipo de carteira para guardar a maioria de suas criptomoedas. 

Combinações de carteiras

Há também a possibilidade de interligar diferentes tipos de carteiras e se beneficiar de maior segurança ou simplicidade.

Qual é a menor e maior quantidade de criptomoedas que posso comprar?

Dependendo da criptomoeda que você deseja comprar, a quantia que pode ser comprada pode ser extremamente pequena - apenas uma fração de um centavo. Contudo, a quantia que você pode realmente comprar - seja o limite inferior ou superior - depende das regras da plataforma. A maioria das plataformas não terá limite superior desde que você esteja registrado e verificado, embora algumas plataformas lhe permitam negociar sem registro até um certo valor - 2000 dólares, por exemplo - e não ir além disso até que você verifique sua conta.

As compras de criptomoedas são legais na maior parte do mundo. Há um punhado de países onde pode não ser legal usar criptomoedas como meio de pagamento, nem mesmo se ambas as partes estiverem de acordo, como é o caso da China. Entretanto, mesmo na China, você pode comprar e possuir moedas digitais. Quanto à compra anônima, ainda existem lugares para fazê-lo, tais como as transações P2P, ou plataformas que permitem comprar pequenas quantias, tais como 2000 dólares, tal como mencionado acima.

Será que a compra de criptomoedas me fará ganhar dinheiro?

Comprar criptomoedas com a intenção de ganhar dinheiro é a motivação da maioria das pessoas que querem entrar no mundo das criptomoedas. Contudo, para alguns, tal motivação não funciona tão bem, o que os deixa desapontados. A razão pela qual isto acontece é que muitos comerciantes atraídos para a indústria das criptomoedas, pela promessa de dinheiro, não se incomodam em aprender muito sobre as criptomoedas ou o comércio de criptomoedas, aliás. Entendem o conceito básico - comprar baixo, vender alto - e pensam que não há mais nada a fazer. É claro que isso é errado. As criptomoedas são extremamente voláteis, e há algum estudo envolvido se você quiser entender sua relevância futura, seus preços, analisar o desempenho dos preços, examinar diferentes eventos e notícias e como eles afetam os preços, mais o comportamento histórico dos preços, e muitos outros fatores a fim de saber o que esperar. 

Em resumo, sim, é perfeitamente possível ganhar dinheiro com a compra de criptomoedas, mas somente se você estiver disposto a aprender sobre o projeto no qual você planeja investir.

Como gastar suas criptomoedas?

Depois de comprar suas criptomoedas, o que será possível fazer com elas, exatamente? É óbvio que você pode optar por guardá-las, ou simplesmente gastá-las. Há apenas alguns anos, isto teria sido mais fácil de ser dito do que feito, pois não havia muitos comerciantes que aceitassem criptomoedas. Contudo, existem atualmente muitas empresas que têm emitido cartões de débito de criptomoedas em parceria com a Visa e MasterCard, o que torna possível carregar seu cartão com moedas, e depois usá-lo para compras online ou offline, em qualquer lugar do mundo onde a Visa e/ou MasterCard são aceitos.

Como vender suas criptomoedas?

Há também uma terceira opção, além de armazenar ou gastar as moedas, e que é simplesmente vendê-las. Você pode fazê-lo em plataformas P2P, transações centralizadas, transações descentralizadas, corretagem, e muito mais. Tudo o que você precisa fazer é depositar suas moedas na plataforma e oferecer-se para vender a quantia que deseja vender. E é tudo.

Perguntas frequentes

  1. A escolha é inteiramente sua. Você deve pesquisar o mercado de criptomoedas e ver quais moedas estão lá, quais são populares e o que o projeto por trás delas está tentando alcançar. Depois de fazer sua pesquisa, você pode decidir se acredita ou não no seu futuro.

  2. Essa também é uma decisão que você precisa tomar por si mesmo. Normalmente, as pessoas que compram moedas, fazem-no para ter lucro quando o preço subir. Com isso em mente, você pode fazer uma previsão e tentar prever quão alto o preço irá subir, e quando irá acontecer. Quando o preço subir, e você estiver satisfeito com o aumento, poderá vender ou continuar segurando suas moedas e esperar por uma oportunidade melhor.

  3. Sim, as criptomoedas não são regulamentadas na maioria das partes do mundo, mas estão sujeitas a tributação. O quanto você tem de pagar e de que forma depende de seu país. Saiba mais sobre as leis tributárias no site oficial de seu governo.

  4. As criptomoedas não estão vinculadas a nenhum ativo do mundo real que lhes daria valor, com exceção de um grupo de moedas conhecidas como “stablecoins” (“moedas estáveis”, em português), que são tipicamente atreladas a moedas fiduciárias. A maioria das outras moedas vale apenas tanto quanto as pessoas acreditam que elas valem, portanto, seu preço tende a mudar com o sentimento do mercado.

  5. O Bitcoin foi criado por um indivíduo ou grupo desconhecido, conhecido apenas como Satoshi Nakamoto. Quanto às outras moedas, a maioria tem seus criadores conhecidos, e estes são criadores individuais, pequenos grupos de poucos criadores co-criando uma moeda em conjunto, ou equipes completas. Algumas moedas são criadas por empresas ou mesmo governos, tais como o yuan digital da China.

  6. Isto depende de muitos fatores, como a moeda em questão, o custo da eletricidade, a dificuldade de mineração, e muito mais. Por exemplo, você não pode extrair Bitcoins por conta própria com um CPU comum. Isso foi possível há uma década, mas já não se justifica mais pelos avanços da tecnologia e pelo aumento da concorrência. Hoje em dia, qualquer minerador de BTC está fazendo isso com mineradores ASIC, que podem custar milhares de dólares.

  7. As criptomoedas oferecem pagamentos instantâneos e sigilosos. Elas oferecem pagamentos sem dinheiro, o que é muito apreciado hoje em dia, enquanto a COVID-19 ainda está se espalhando. São fáceis de manusear e enviar a qualquer pessoa no mundo, de forma imediata. As transações não vão de banco para banco, mas se movem de um usuário para outro, diretamente.

  8. Sim, a maioria dos pagamentos com criptomoedas pode ser rastreada, exceto por um punhado de moedas conhecidas como “moedas para privacidade”, ou se você usar misturadores de criptomoedas para misturar suas moedas com as de outras pessoas e esconder o rastro de sua transação. As pessoas geralmente usam esses serviços para que ninguém saiba qual carteira pertence a elas.

Usamos cookies para personalizar conteúdos e anúncios, fornecer recursos de mídia social e oferecer a você uma experiência melhor. Ao continuar navegando no site, ou clicando em "OK, obrigado", você aceita o uso de cookies.