Como comprar Criptomoedas | Guia completo

0 Comentários

As criptomoedas são ativos digitais, um novo método de pagamento e tendência econômica global. A compra de criptomoedas é cada vez mais comum, por isso esse artigo ajudará você a entender essa nova tecnologia.

Informações básicas antes de comprar criptomoedas

Antigamente poderíamos afirmar que as criptomoedas eram moedas obtidas através do processo de mineração. O exemplo mais famoso é o Bitcoin (BTC), com o passar dos anos os programadores evoluíram e criaram outras moedas digitais a inspiradas no BTC, sem precisar do processo de mineração, pelo alto custo energético envolvido no processo.

A melhor definição agora para criptomoedas seria: ativos digitais assegurados por criptografia.

Podemos dizer que elas são meios de pagamento, a representação do dinheiro na forma virtual. Por isso cada uma possui sua própria carteira, onde os usuários podem receber ou enviar suas moedas para qualquer lugar do mundo.

O conceito principal das criptomoedas é a descentralização, o criador do Bitcoin, Satoshi Nakamoto, pregava a liberdade financeira e domínio das pessoas sobre o dinheiro. As moedas digitais não possuem vínculo com entidade ou órgãos governamentais.

Como surgiram as criptomoedas?

Com o avanço dos estudos criptográficos na década de 80, a possibilidade da criação de sistemas de moedas completamente virtuais começou a nascer na cabeça dos especialistas da época. Um grupo de desenvolvedores e entusiastas de criptografia autodenominados cyberpunks (tradução literal, punks virtuais), liderados por David Chaum, lançaram as bases para a criação das criptomoedas.

Esse grupo visava à criação de um sistema de transações no qual os indivíduos poderiam usufruir de total liberdade e privacidade longe dos olhos do “Big Brother” – referência ao livro 1984, de George Orwell, que fala de “Big Brother” como uma figura de governo autoritária com controle excessivo sobre a privacidade da população. O encontro do grupo culminou na escrita do A Cyberpunk’s Manifest (O Manifesto Cyberpunk), que explicita as ideias liberais defendidas por eles sobre a privacidade inalienável (inerente ao ser humano).

Além do grupo, um engenheiro de software chamado Wei Dai também vinha desenvolvendo sua versão de moeda virtual. O conceito do chamado “b-money”, nome dado à moeda, foi compartilhado através de dois protocolos. Neles, estavam características comuns às criptomoedas atuais, como a descentralização e o anonimato. No entanto, o b-money nunca chegou a ser amplamente utilizado.

Mais tarde, em 2005, Nick Szabo, um criptógrafo americano, desenvolve o que muitos chamam do precursor da Bitcoin, o Bitgold. O Bitgold utilizava o sistema Blockchain, que ainda é utilizado na atuais criptomoedas modernas. Mas também como o b-money, essa moeda virtual nunca chegou a ser implementada. Já o Bitcoin alcançou a popularidade e foi amplamente utilizado em transações no mundo inteiro, sendo a criptomoeda mais conhecida.

Existem hoje mais de 4900 tipos diferentes de criptomoedas disponíveis no mercado, com novas moedas digitais criadas a cada dia. A criptomoeda tem como principal característica sua descentralização. Isto é, o processamento e a verificação das transações são realizados de forma coletiva na rede, sem a necessidade de uma autoridade central para supervisioná-las. O que significa também que o mercado é influenciado basicamente pela lei de oferta e procura, tornando um setor altamente volátil e de alto risco financeiro.

Bitcoin a primeira de todas

Foi criada em 2009, pelo famoso Satoshi Nakamoto (pseudônimo), o Bitcoin (BTC) foi a primeira criptomoeda lançada e hoje a mais valiosa do mundo. Já falavam do conceito de descentralização nos anos 2000, mas nenhum dos projetos vigorou e ganhou a proporção do que o Bitcoin é hoje.

O preço da primeira criptomoeda já chegou a quase 20mil dólares (máxima), cerca de 70 mil reais.

As criptomoedas estão em tendência de alta, o especialista Kay Van-Petersen afirmou que uma próxima grande valorização pode levar o Bitcoin para entre: 50 mil á 100 mil dólares.

Para atingir esse valor de mercado, Van Petersen calculou o prazo de 10 anos, ou seja, um investimento de longo prazo. Ninguém ficaria surpreso se o BTC fosse para essa faixa de preço, pois ainda continua sendo a principal criptomoeda e a mais negociada.

Como funciona as criptomoedas

Você pode comprar ou vender criptomoedas por corretoras e exchanges. Mas primeiro você precisa criar sua carteira virtual ou desktop.

Depois de criar, você terá um endereço, ninguém saberá seu nome nas transações, tudo é feito anonimamente. Com o endereço pronto, poderá solicitar o envio dos Bitcoins para carteira.

A única maneira de ocorrer falhas com as criptomoedas é pela má gestão da sua carteira, como no caso de perder senhas, não fazer backup para outro computador etc. O próprio responsável pela carteira é o usuário que a criou!

Como Funciona?

Para que as criptomoedas funcionem é necessário a tecnologia blockchain, chamado de livro de registros públicos.

Através da blockchain ocorre o compartilhamento das transações aos usuários. Tudo fica registrado e deve ser validado pela rede. Essa é uma maneira de não ocorrer fraudes nas transações pela internet.

Esse é nosso livro de confiança pública, para que usuários que não se conhecem possam ver as transações validadas na rede, através do endereço eletrônico da carteira das criptomoedas.

Sem dúvida podemos considerar as criptomoedas como o novo método de pagamento na internet. Empresas como Microsoft investem muito em criptomoedas, a tendência é que no futuro, a economia mundial esteja baseada no dinheiro virtual.

Governos e a proibição das criptomoedas

O que mais incomoda os governos é o conceito da descentralização, não poder taxar ou controlar. Primeiro saiba que comprar criptomoeda é algo lícito, não possui nenhum problema no Brasil e em alguns países do mundo. A tecnologia por trás de cada moeda garante o anonimato aos usuários.

proibição das criptomoedas no Brasil

Acreditamos que o governo não possa proibi-la, seria um retrocesso tecnológico. Mas já estão estudando medidas para taxa-la, por isso discutem a regulamentação do Bitcoin em vários países do mundo, inclusive no Brasil.

A Receita Federal e o Banco Central, já estipulam que ganhos de capital devem ser declarados no imposto de renda e muitas pessoas acabam considerando o Bitcoin como ativo financeiro e fazendo as declarações ao governo. Essa é uma interpretação divergente da lei, já que o Bitcoin ainda não é regulamentado no Brasil.

Essa declaração do imposto de renda do Bitcoin, vai contra o conceito fundamental da descentralização, mas é imposta somente para ganhos de capital, ou seja, o lucro sobre o que foi investido. (É obrigatório para as pessoas que ganham mais de 35 mil mensalmente).

Comprando criptomoedas no brasil

Compra criptomoedas é fácil bastar ter conta em uma corretora confiável. Somente o Bitcoin é negociado pela bolsa de Chicago, criaram regras e começaram a vender contratos futuros de BTC, para controlar os preços da moeda, evitando subidas ou quedas bruscas.

criptomoedas-mesa-negociação

As criptomoedas são voláteis (variam muito o preço). O Bitcoin já se valorizou mais de 276% ao ano, enquanto uma ação da bolsa brasileira com maior valorização atingiu só 25%.

Por causa dessa variação positiva os investidores começaram a comprar criptomoedas, o retorno sobre investimento é muito rápido. A maioria das pessoas costumam comprar moedas digitais e fazem trades. Ou seja, comprar por uma cotação baixa e vender por um preço maior e vice-versa. Assim é possível gerar lucro comprando as criptomoedas+

Por que investir em criptomoedas?

Um certo sábio uma vez disse: “Se você não improvisar, em breve estará competindo com uma versão blockchain do seu negócio. O que é verdade nesses tempos de mudança. Além disso, a Blockchain agora está sendo implantada em diversos setores, e isso faz muitas pessoas se perguntarem por que investir em criptomoedas?

No que diz respeito à Blockchain, trata-se de uma ideia que certamente mudará o mundo nos próximos anos. Com o aumento maciço de empresas que se adaptaram a essa nova tecnologia para melhorar suas operações ou aceitar e negociar com criptomoedas, os preços das criptomoedas aumentaram de forma imensa. O Bitcoin literalmente tocou nas nuvem, surpreendendo os pessimista e enriquecendo os primeiros investidores que desde o início acreditaram no potencial e no poder da tecnologia blockchain.

Os investimentos em criptomoedas geraram maiores lucros, não por seu rápido crescimento e preços cada vez maiores, mas devido à descentralização da moeda. As criptomoedas não precisam de bancos e não é controlada por nenhum governo, que levaria taxas sobre transações e conversões monetárias.

Elas são como ter apenas dólares em todo o mundo. Além disso, taxas mais baixas de conversão da moeda e menores custos nas transações em comparação com aqueles que os usuários fazem usando suas contas bancárias. Elas não são apenas convenientes e confortáveis, mas também fáceis de operar e gerenciar. Curiosamente, as criptomoedas permitiram que pessoas e organizações em todo o mundo negociassem sem intermediações de bancos e até governos.

Então não perca a oportunidade do século invista em criptomoedas, mas também se aprofunde na Blockchain. Não há dúvidas que profissionais com conhecimento em blockchain estarão um passo a frente.

Qual é o momento certo para investir em criptomoedas? Estratégia para investir em Bitcoin com segurança

Esta semana o mercado de criptomoedas tem visto altas de preços de todos lados, e tanto para o Bitcoin quanto para o Ethereum. Muitas vezes há mudanças de preços drásticas e súbitas na moeda digital, e sempre que o preço começa a se mover, nunca há escassez de dúvidas em torno de se é o momento certo para comprar ou não.

Como acontece com qualquer tipo de investimento, isso pode causar muita ansiedadeincerteza ou medo de participar em tudo.

Uma das melhores estratégias que eu acho que as pessoas podem empregar é a média de custo de dólar, diminuindo efetivamente sua exposição a mudanças de preço investindo durante um período de tempo mais longo. É muito simples: pense em uma quantia de dinheiro que você está disposto a gastar em uma cadência regular (US$ 100 por semana, por exemplo), ao invés de investir mais capital de uma só vez, dessa forma você comprará o Bitcoin em diferentes faixas de preços, aproveita das altas ou quedas.

Exemplo:

– Você comprou $100 de Bitcoin a $ 2.000;
– O Bitcoin acabou caindo para $1.900 e você se programou para comprar mais na semana que vem ($100);
– Assumindo que o preço tenha se recuperado na semana seguinte, você praticamente já recuperou o fato de ter comprado na alta;

Você comprou e a tendência foi de alta? Ótimo! Você ja está lucrando de qualquer jeito e vai recomprar posteriormente. Caiu um pouco após ter comprado novamente? Lembra que você havia comprado a $ 2.000, não está no prejuízo.

Resumindo: geralmente em uma tendência de queda nunca invista 100% do valor pretendido de uma única vez, compre em ordens divididas. Lembrando que é sempre interessante diversificar seus investimentos entre vários ativos digitais e nunca deixar todos os ovos na mesma cesta. Exemplo: 20% em Ethereum, 20% em PIVX, 40% em Bitcoin e 20% em WAVES.

Por que comprar criptomoedas agora?

Confira a lista abaixo das moedas digitais com os maiores market caps:

  1. Bitcoin (BTC)
  2. Ethereum (ETH)
  3. Ripple (XRP)
  4. Tether (USDT)
  5. Bitcoin CASH (BCH)
  6. Litecoin (LTC)
  7. EOS
  8. Binance coin
  9. Bitcoin SV
  10. Stellar (XLM)
  11. Cardano ADA)
  12. IOTA (MIOTA

É importante avaliar que, apesar da alta volatilidade do mercado não ser muito atrativa para alguns investidores, para muitos significa a oportunidade de verem seus investimentos se valorizarem de forma rápida e a curto prazo. No entanto, a melhor dica é comprar criptomoedas enquanto os preços das moedas digitais estiverem na baixa.

Por exemplo, a maior moeda do mercado, o Bitcoin (BTC), registrou algumas quedas este ano, o que significa uma boa oportunidade para comprar Bitcoin (BTC), e vender quando seu preço voltar a subir, obtendo, assim, lucro. A segunda maior moeda do mercado, Ethereum, também sofreu quedas, o que é  também uma boa hora para comprar Ethereum. Mas onde e como comprar criptomoedas?

Onde e como comprar criptomoedas?

Nunca foi tão fácil investir no mercado de criptomoedas. Hoje, já é possível encontrar diversas exchanges e corretoras para a compra de criptomoedas online.

As exchanges são recomendadas para os investidores mais experientes, suas plataformas são bem mais complexas, e menos seguras. Já as corretoras são ideais para o novo investidor, por serem plataformas mais fáceis de entender e mais seguras, proporcionam maior suporte ao cliente. E a maioria trabalha com o sistema CFDs (Contracts for Difference).

O que são CFDs?

Ao contrário do que acontece nas exchanges, onde o investidor compra e vende suas moedas digitais diretamente dos usuários da plataforma, nas corretoras que trabalham com CFDs, o investidor não adquire nenhuma moeda digital propriamente dita, mas recebe o direito de receber a diferença entre o atual valor da criptomoeda escolhida e o seu futuro valor por um determinado período estabelecido em contrato. Essa diferença pode ser tanto positiva quanto negativa, caso haja uma desvalorização ou valorização da moeda durante o período estipulado em contrato, que pode ser finalizado pelo usuário quando melhor lhe convier. Os CFDs oferecem uma alternativa mais flexível ao investimento tradicional, por isso tornam-se bastante atraentes para muitos investidores.

Quais as melhores plataformas para comprar criptomoedas?

Talvez esteja ainda se perguntando: ‘Qual é o melhor lugar para comprar criptomoedas? Como comprar criptomoedas?’.

Nossos especialistas realizaram uma detalhada pesquisa entre as principais corretoras e exchanges do mercado, considerando os fatores segurança, facilidade de navegação, diversidade de criptomoedas e taxas. As seguintes corretoras, que trabalham com sistema CFDs, foram selecionadas:

eToro é considerada a melhor corretora para comprar criptomoedas, segundo pesquisa.

Após avaliação geral, os especialistas escolheram a eToro como a melhor corretora do mercado, principalmente por ter lançado recentemente uma nova plataforma, ainda mais fácil de utilizar. Considerada hoje a Plataforma Social líder do mercado de investimentos, a eToro é a que mais dispõe de soluções de suporte ao novo investidor, é regulamentada por CySEC e FCA, e utiliza o sistema Secure Socket Layer (SSL) em todas as suas transações.

Já as mais novas e as mais raras moedas digitais podem ser encontradas na corretora Coinbull, como Tron, Ark, Augur, Binance, entre outras. Mas, Coinbull apresenta a maior taxa de depósito entre as corretoras acima e não é regulamentada.

A 24Option oferece 13 criptomoedas diferentes, cobra a menor taxa de depósito. No entanto, sua plataforma de navegação é consideravelmente mais complexa comparada a eToro. Como ferramenta de suporte, dispõe de uma conta Demo, e é regulamentada pelo CySEC.

 Compre criptomoedas na eToro

Como comprar criptomoedas? As melhores formas de pagamento

A maioria das corretoras e exchanges aceita cartões de crédito/débito, transferência bancária e algumas também Paypal. Mas, as formas de pagamento variam de acordo com a plataforma, por isso é importante verificar primeiro antes de se registrar.

paymentCartões de Débito & Crédito

Os cartões de crédito e débito são aceitos pela maioria das exchanges e corretoras. Na eToro, cobra-se TAXA ZERO de depósito para qualquer forma de pagamento.

 

paypal initial

Paypal

Paypal é uma forma de pagamento bastante segura. A corretora eToro é uma das poucas do mercado que aceita Paypal como forma de pagamento.

Outras formas de obter criptomoedas

Mineração

Existem hoje centenas de criptomoedas que podem ser obtidas também através da mineração. Entre as moedas digitais mais conhecidas, além de Bitcoin (BTC) e BitcoinCash (BCH), estão: Ethereum(ETH), Ethereum Classic (ETC), Dash (DASH), Decred (DCR),  e Litecoin (LTC).

Como ganhar criptomoedas grátis

Além das formas mais tradicionais de comprar criptomoedas, pode-se também ganhar Bitcoin grátis online, e outras criptomoedas ao participar online de programas afiliados, jogos, anúncios e pesquisas. No entanto, geralmente ganha-se satoshis, a menor fração possível do Bitcoin (1 satoshi = a bilionésima parte do Bitcoin). E muitas vezes essas plataformas não são muito confiáveis.

Como guardar as criptomoedas em wallets

É possível guardar seus Bitcoins em diferentes tipos de carteiras e também as demais criptomoedas.
No entanto, na eToro não é preciso ter uma wallet, tudo pode ser guardado de forma segura na sua própria conta.

O mercado das  criptomoedas já representa a Nova Revolução da Economia Mundial. É certamente um mercado volátil, mas, com a crescente regulamentação do setor por órgãos financeiros e governos, o mercado de criptomoedas torna-se cada vez mais seguro, atraindo com isso investimentos e tornando um lugar mais acessível a todos.

Graças às novas plataformas online, oferecidas pelas corretoras selecionadas acima, nunca foi tão fácil investir em criptomoedas.

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin! Se inscreva em nossas redes sociais:

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.