HomeSEC adia a decisão sobre a ETF da NYSE e da Cboe

SEC adia a decisão sobre a ETF da NYSE e da Cboe

março 29, 2019 By Matheus Henrique

A ETF do Bitcoin continua sendo um grande sonho para a comunidade de criptomoedas. Porém, parece que esse grande desejo dos especuladores ainda está longe, considerando que a SEC (Comissão de Valores Mobiliários dos EUA), continuam “enrolando” para tomar uma decisão sobre as diversas propostas enviadas por algumas entidades.

A Securities and exchange Comission dos EUA, adiou novamente as decisões sobre duas propostas ETF (exchange-traded fund) recebidas pela organização no começo do ano. A primeira proposta foi realizada pela Bitwise Asset management junta da NYSE Arca e a segunda pela VanEck e SolidX em parceria com a Cboe BZX Exchange.

A proposta de ETF da Bitwise e da NYSE Arca foi publicada no dia 15 de fevereiro. Segundo as regras da SEC, a partir do momento em que uma proposta é publicada, a organização tem 45 dias para dar uma decisão inicial. Porém, existia a possibilidade de um adiamento da decisão, que foi o que aconteceu. Agora a comissão tem mais 45 dias para tomar uma decisão ou adiar novamente. No total, com os adiamentos, a SEC tem no máximo 240 dias para aprovar ou rejeitar uma proposta de ETF.

A SEC anunciou o seguinte em relação a sua decisão por um adiamento:

“A comissão acha que é apropriado designar um período mais longo para que possamos tomar as ações devidas na mudança de regra proposta, assim nós teremos tempo o suficiente para considerar a proposta. Adequadamente, a Comissão, de acordo com a Seção 19(b)(2) do Ato 6, designa o dia 6 de maio de 2019 como a data para que a Comissão decida aprovar ou rejeitar a proposta.”

A proposta da VanEck/SolidX foi inicialmente realizada há mais de um ano, porém, foi retirada em janeiro durante o fechamento do governo dos EUA. Porém, a proposta foi reenviada no final de janeiro. A SEC também decidiu adiar a decisão sobre essa proposta para o dia 21 de maio.

Veja também: Zebpay se torna “primeira grande exchange” com pagamentos na Lightning para seus usuários