HomePesquisa indica que adoção do Bitcoin será ainda maior em 2020

Pesquisa indica que adoção do Bitcoin será ainda maior em 2020

Luno, uma das principais empresas de pesquisa em criptomoedas, previu um aumento significativo na taxa de adoção de criptomoedas em 2020, dada a taxa pela qual as moedas digitais foram trocadas, negociadas e usadas em 2019.

De acordo com a Luno, o foco para 2019 foi uma mudança da especulação dramática que levou a volatilidade a um ambiente relativamente mais estável, com os traders usando altcoins para diversificar seus investimentos, proporcionando retornos potencialmente mais altos à medida que os mercados passavam para posições de risco.

Isso foi em parte causado pela captação de moedas por um número maior de investidores institucionais, que equilibraram os especuladores de curto prazo com estratégias de longo prazo.

“As criptomoedas tornaram-se lentamente parte do cenário financeiro de todos, o que nos leva a nossas três principais previsões para 2020, que envolvem regulamentação, adoção e transição”, disse Luno em comunicado.

Na área de regulamentação, a declaração explicava: “Com o espaço das criptomoedas amadurecendo rapidamente, os reguladores de todo o mundo já estão acelerando seus esforços para abraçar ou regular contra criptomoedas. Essa escalada no ritmo foi definitivamente motivada pelo Facebook entrar no espaço com seu projeto Libra.”

“Em 2020, esperamos ver isso continuar. Também veremos várias diretrizes planejadas para o próximo ano. Em outubro, o grupo de nações do G7 descreveu a necessidade de regulamentação de stablecoins, o que implica que diretrizes ou leis possam ser produzidas no próximo ano. O Japão também aprovou uma lei em maio que reforçará suas normas de criptomoeda, entrando em vigor em abril do próximo ano”, afirmou o comunicado.

 

Cotação Ethereum: qual é o preço do Ethereum hoje?

 

Segundo a Luno, um grande desenvolvimento regulatório que ocorrerá no próximo ano, seria a introdução da 5ª Diretiva Anti-Lavagem de Dinheiro.

Para empresas que compram e vendem ativos de criptografia, a 5ª Diretiva Anti-Lavagem de Dinheiro (5AMLD) exigirá que elas se registrem nos reguladores financeiros nacionais. Ele também estabelece requisitos mínimos para processos de LBC, semelhantes aos que vemos nas classes de ativos tradicionais.

Na área de adoção, a declaração disse ainda que um problema de longo prazo contra o Bitcoin e outras criptomoedas é a falta de oportunidade de realmente usá-las.

“Ao longo de 2019, vimos essa mudança rapidamente, com novas empresas iniciantes, como a Flexa, introduzindo plataformas de cripto pagamentos para varejistas. Mais importante, havia uma grande variedade de varejistas, grandes e pequenos, dispostos a integrar seus serviços. Entre eles estavam o Whole Foods Market, Office Depot e Nordstrom, para citar apenas alguns.”

Em 2020, a empresa disse que estima que essa tendência continue. Provavelmente teremos mais investidores institucionais – bancos, fundos de hedge, fundos de pensão, doações, comprando criptomoedas à medida que diversificam suas carteiras e, finalmente, dispõem das máquinas profissionais para fazê-lo.

Veja também: Forbes lança assinatura com pagamento em Ethereum

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin! Se inscreva em nossas redes sociais:

Etiquetas:

Assine o nosso boletim informativo exclusivo!

E-mails personalizados

Sem SPAM

Notícias sobre alt coins

Cancele a inscrição quando quiser

Após a inscrição, de vez em quando, você também poderá receber nossas ofertas especiais por e-mail. Nunca iremos vender ou distribuir seus dados a terceiros. Consulte a nossa Política de Privacidade aqui.