HomeMaquininhas da Cielo agora aceitam Bitcoin

Maquininhas da Cielo agora aceitam Bitcoin

janeiro 12, 2020 By Matheus Henrique

A adoção das criptomoedas é um dos principais fundamentos para garantir que o Bitcoin tenha um crescimento cada vez maior. Isso se traduz na necessidade de cada vez mais pessoas utilizarem o BTC como uma foram de pagamento no dia a dia e não apenas como moeda para especulação. Para fazer isso é necessário garantir mais usabilidade, com isso em mente uma parceria firmada entre a startup Bitfy e a Cielo permite que seja possível realizar pagamentos usando Bitcoin de forma fácil.

O pagamento de produtos de forma fácil e rápida é uma das principais maneiras de garantir a adoção de formas de pagamento. Os cartões de crédito e débito só subiram consideravelmente de popularidade quando cada vez mais as “maquininhas” ficaram comuns no comércio.

Até mesmo algumas bandeiras de cartão de créditos e débito levaram um tempo para a aceitação. E as maquinhas agora volta a aparecer como uma importante aliada do Bitcoin no setor da adoção.

Segundo o jornal Valor, a credenciadora de carões Cielo, Bradesco e Banco do Brasil fechou uma parceria com a startup Bitfy. A parceria vai disponibilizar o pagamento de Bitcoin para mais de 1,5 milhão de maquinhas espalhadas por todo o Brasil.

 

Cotação do Bitcoin Cash: Quanto vale o BTC hoje?

 

A ideia é que o pagamento em Bitcoin seja prático tanto para os vendedores quanto para os compradores. Durante a transação o Bitcoin é imediatamente vendido em uma corretora parceria da BitFy e o varejista recebe o valor em reais.

Essa é uma interação importante porque muitos varejistas não estão interessados em aceitar criptomoedas por causa da volatilidade ou por não quererem manter carteiras. Essa integração com venda direta acaba com esses dois problemas.

Para realizar a transação o vendedor coloca na máquina o valor da compra, escolhe a opção crédito à vista e um código QR é gerado. O cliente precisa abrir o aplicativo Bitfy, selecionar a opção “Pagar com Máquinas Cielo” e ler código QR para e utilizar a senha pré-cadastrada do usuário.

É um procedimento relativamente mais complicado do que utilizar o cartão de débito, mas muito mais simples do que a forma tradicional de realizar transações com as criptomoedas.

Enquanto a solução é uma boa nova para o Bitcoin no Brasil, não se sabe se os comerciantes realmente vão querer utilizar as criptomoedas, principalmente porque deverá haver mais taxas do que nos meios tradicionais.

A adoção ainda está relativamente longe, mas com certeza o criptomercado está andando no caminho certo.

Veja também: Veja como obter empréstimos DeFi mesmo sem ter garantias

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin! Se inscreva em nossas redes sociais:

 

Tags: