Liquidez do Bitcoin está mais forte que na alta de 2017

0 Comentários

O criptomercado está às vésperas de uma nova alta, pelo menos é o que acredita uma boa parcela dos investidores. Muitos estão acreditando que a próxima alta vai ser muito similar ao que aconteceu em 2017, quando o Bitcoin alcançou um de seus níveis mais emblemáticos. Porém, existe uma grande diferença entre 2017 e 2020 e essa é uma diferença bastante positiva.

Quando o preço do Bitcoin estourou em 2017, tivemos alguns pontos importantes a serem observados. Na parte positiva temos a exposição que a criptomoeda ganhou, praticamente indo para o mainstream mundial. Já na parte negativa temos os problemas com a liquidez e com a capacidade de escalabilidade da rede, que causou taxas altíssimas e confirmações de transações bem lentas.

Agora, se comparamos o mercado nos dois períodos temos números bem diferentes que demonstram uma evolução muito saudável de todo o ecossistema. Como notado pelo site Cointelegraph as principais criptomoedas do mercado estão apresentando uma liquidez muito maior do que em 2017.

No dia 15 de fevereiro de 2017, o Bitcoin era o criptoativo mais negociado em todo o mercado, com mais de US$89.76 milhões em negociações diárias. 12 meses depois, em meio ao resultado da maior alta da história, o BTC tinha uma negociação diária 100 vezes maior que no começo de 2017, com US$171 bilhões.

O mercado de capitalização do Bitcoin cresceu mais de 1000% no mesmo período,demonstrando o aumento de liquidez em relação a capitalização durante o bull run.

 

Como comprar Bitcoin no Brasil | Guia Completo

 

Em 2018 tivemos o ano da queda, que foi um período complicado para a maioria dos investidores que compraram em 2017. Neste período, o volume de negociações diminuiu para 1/3 da recente alta. Cerca de US$6.09 bilhões em BTC estavam sendo negociados no dia 15 de fevereiro de 2019.

A capitalização total do Bitcoin também teve uma queda significante durante o ano de 2018, com uma queda de mais de 62% em 12 meses.

Já no dia 19 de fevereiro de 2020 o Bitcoin é a segunda moeda com maior volume de negociação do mercado, com uma alta de 667% na atividade de negociações, com o BTC negociando cerca de US$46.7 bilhões diariamente.

Durante 2019 o BTC também teve uma alta de aproximadamente 200% na capitalização de mercado. Isso demonstra que o Bitcoin não em ganhando força apenas no preço, mas que a sua liquidez também está forte, talvez até pronta para apoiar uma alta ainda mais significante que em 2017.

Além disso, todos os fundamentais do BTC evoluíram. A rede é capaz de mais escalabilidade por causa do SegWit e outras soluções, além de mais preparo por parte das exchanges.

Isso faz com que muitos acreditem que o mercado está pronto para ter um crescimento bem mais permanente do que o que vimos em 2017.

Veja também: Rússia proíbe criptomoedas como meio de pagamento

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin! Se inscreva em nossas redes sociais:

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.