Desenvolvimento da criptomoeda da China é adiado

0 Comentários

O surto de COVID-19 (causado pelo coronavírus) está afetando diferentes mercados e isso não é diferente com as criptomoedas. Segundo um relatório do Sputnik, o desenvolvimento do Yuan Digital, a criptomoeda central da China, está parado por causa do surto do vírus no país.

Citando fontes próximas do desenvolvimento da criptomoeda, o site afirmou que a pesquisa da China sobre o ativo digital, que iria começar no primeiro trimestre de 2020, foi adiada por causa da necessidade de conter o atual surto do vírus no país.

Ainda assim, o lançamento do Yuan Digital vai acontecer de acordo com o planejado, com o banco central do país já possuindo a base tecnológica, recursos e pesquisadores o suficiente para acelerar o processo após o fim da crise.

O projeto piloto do sistema de Pagamento Eletrônico com Moeda Digital (DCEP, na sigla em inglês) vai acontecer de acordo com o programado, ainda esse ano. No entanto, os membros do Banco Central ainda estão discutindo as aplicações e casos de uso em que o DCEP irá circular como dinheiro genuíno.

“O surto de coronavírus acabou gerando um adiamento no trabalho das instituições governamentais, incluindo o Banco Popular da China. Os legisladores e equipes de pesquisa que estão envolvidos com o DCEP não são exceção, o que acabou pesando no processo de desenvolvimento.”, informou uma fonte próxima ao assunto que não quis se identificar.

 

Cotação Ethereum: qual é o preço do Ethereum hoje?

 

Shentu Qingchun, CEO da BankLedger, uma companhia com base na blockchain Shenzhen e que está envolvida no lançamento do Yuan Digital, disse ao site Global Times que o Banco Popular da China iria fazer um grande anúncio sobre o DCPE no primeiro trimestre do ano.

“Como tem apenas um mês faltando, as chances de que o anúncio seja feito dentro do prazo são bem pequenas.”

Ainda assim, alguns acreditam que o Banco Popular da China pode lançar o ativo digital como o planejado. É possível que vejamos o lançamento do DCEP ainda esse ano.

“O Banco Central tem se preparado para o lançamento da moeda tanto na teoria quanto na parte tecnológica por um bom tempo. O roadmap tecnológico já foi totalmente determinado.”, disse Cao Yin, vice diretor do Instituto de Pesquisa Avançada em Blockchain da universidade de Tsinghua.

Cao acrescentou que o time por trás do desenvolvimento da criptomoeda do Banco Central tem equipe e recursos o suficiente para lidar com o atraso no processo de pesquisa.

Veja também: US$132 milhões em EOS são queimados para conter inflação

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin! Se inscreva em nossas redes sociais:

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.