Deribit anuncia que vai mudar sua sede para o Panamá

0 Comentários

Não é segredo para ninguém que depois da grande alta do Bitcoin durante 2017, e consequentemente o aumento na adoção da criptomoeda, mais e mais regulamentações foram criadas para garantir o controle de informações das pessoas que utilizam o sistema de pagamento. A Deribit, maior exchange de derivativos de Bitcoin, está mudando a sua sede de lugar para evitar essas regras.

Uma das principais preocupações com o criptomercado, principalmente por parte do governo, é o anonimato que as criptomoedas podem trazer. Uma das principais argumentações é que o dinheiro movimentado através de Bitcoin e negociações com criptomoedas poderia ser usado para financiar crimes e até mesmo poderia financiar atos terroristas, além de, é claro, ser uma forma de lavar dinheiro.

Enquanto esse é um assunto que cabe muita discussão, a verdade é que os órgãos reguladores correram para criar maneiras de evitar as transações anônimas. As regras de KYC (conheça o seu cliente) ficaram cada vez mais comuns em várias exchanges.

Basicamente, as normas de KYC obrigam as exchanges a identificarem todos os seus clientes, muitas vezes com fotos de documentos e de rosto.

A Deribit é a maior exchange para a negociação de derivativos de criptomoedas. A sua sede fica localizada nos Países Baixos, mas agora ela anunciou que está se mudando para o Panamá, para evitar o escrutínio regulatório que aos poucos está se tornando a norma padrão dentro do mercado europeu.

 

Comprar Ethereum no Brasil – Método Fácil

 

Segundo a Bloomberg, a mudança vai acontecer no próximo mês. Os Países Baixos provavelmente vão adotar as novas regulações da União Europeia. A exchange foi citada dizendo que “isso quer dizer que teríamos que demandar uma grande quantidade de informações dos nossos clientes atuais e futuros.”

A Deribit é responsável por pelo menos 80% de todo o volume de derivativos de Bitcoin. Apesar da grande quantidade de clientes e transações, ela não exige muito em questão de KYC. A partir de fevereiro a exchange vai exigir que as pessoas que negociam acima de 1 Bitcoin em menos de 24h providenciem nome e endereço.

No entanto, a exchange não vai exigir nenhum tipo de identificação através de documento oficial ou passaporte.

“Os mercados de criptomoedas deveriam ser livres para a maioria e as novas regulamentações colocariam barreiras muito altas para a maioria dos traders, tanto em questões regulatórias quanto questões financeiras”, concluiu a corretora.

A partir do dia 10 de fevereiro a Deribit passará a operar com sede no Panamá com o nome DRB Panama Inc., uma subsidiária completamente controlada pela Deribit B.V., nos Países Baixos.

Veja também: Importante proposta para escalabilidade do Bitcoin está “quase pronta”

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin! Se inscreva em nossas redes sociais:

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.