Canal brasileiro no Youtube é hackeado e exibe golpe com Ethereum

0 Comentários

A segurança cibernética é algo muito importante no dia a dia da internet, principalmente quando temos muito a perder. Enquanto alguns podem perder dados bancários e valores em dinheiro, outros podem perder seus conteúdos criados. Foi o que aconteceu com Marlon Marins, criador de conteúdo no canal Marlon Xgamer, que foi hackeado.

O curioso é que, no caso de Marlon, o ataque foi feito por um suposto grupo russo que acabou utilizando o canal para aplicar golpes com criptomoedas. O canal teve todo o seu conteúdo original escondido e o nome alterado para “Ethereum Prod.” e começaram a realizar transmissões ao vivo de outras transmissões já gravadas com importantes nomes do Ethereum, como o próprio Vitalik Buterin.

Marlon é uma referência na comunidade brasileira de games com vídeos informativos principalmente com foco no jogo GTA e outros títulos da Rockstar.

As lives que estão sendo exibidas constantemente estão divulgando concursos falsos de criptomoedas, oferecendo prêmios para quem quiser concorrer a Ethereum. Os sorteios com certeza são falsos e a Ethereum não teve ter nenhum vínculo com o ataque.

Marlon foi o primeiro a publicar a notícia em seu Twitter:

Depois de uma série de lives e de ter todo o seu conteúdo apagado, a situação parece ter piorado, com os hackers causando a exclusão do canal de Marlon Marins.

Antes da exclusão, o golpe aplicado era bastante comum dentro do criptomercado. Usando uma figura importante do criptomercado para promover uma falsa promoção onde a pessoa envia uma pequena quantidade de Ethereum ou outra criptomoeda para receber uma quantia maior de volta.

 

Cotação Ethereum: qual é o preço do Ethereum hoje?

 

Em atualizações sobre o caso, Marins afirmou que conseguiu entrar em contato com o Google e que, apesar de não poder informar qual foi a resposta, os engenheiros da plataforma estão tentando reverter o cancelamento de conta e a exclusão dos vídeos.

Não se sabe se alguém caiu no golpe que estava sendo divulgado, mas considerando que o ataque começou no dia 31 é improvável que os inscritos do canal tenham sido afetados.

Não é a primeira vez que isso acontece

Há poucos meses uma onda de ataques hacker também acabou derrubando vários canais do YouTube, dois exemplos foram o SNESTalgia, com mais de 100 mil inscritos e O Outro Castelo, com quase 200 mil.

Em ambos os casos uma série de lives sobre a criptomoeda XRP passaram a ser transmitidas 24h. Além disso, os canais foram mudados para o nome “Brad Garlinghouse”, CEO da Ripple.

Além dos golpes que estavam sendo aplicados com as lives, os canais também estão sendo vendidos no mercado negro.

O Outro Castelo conseguiu recuperar sua conta e seus vídeos, o SNESTalgia ainda não obteve acesso à sua conta.

Veja também: Halving do Bitcoin já pode estar precificado?

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin! Se inscreva em nossas redes sociais:

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.