Halving do Bitcoin já pode estar precificado?

2s Comentários

Um dos eventos mais aguardados para 2020 em relação ao criptomercado é o Halving do Bitcoin. De foram simples, o halving é o momento em que a recompensa por mineração de bloco é cortada pela metade, muitos acreditam que esse é um momento que representa uma grande alta para o preço do Bitcoin.

O halving é programado para acontecer a cada 210.000 blocos, algo que acontece a cada 4 anos e a expectativa desse ano é que aconteça em maio. A ideia é controlar a inflação do preço e ao mesmo tempo criar um mecanismo que impede que a moeda tenha oferta exagerada. Esses são dois problemas que afetam as moedas fiduciárias consideravelmente.

Com 86% de todo o Bitcoin minerado, o halving também garante que a rede se mantenha operacional e com o hashrate necessário para além desse século.

Com tudo isso em mente, o halving é bastante importante para os fundamentos da rede. Mas o que mais atraí a maioria dos investidores é a possibilidade de altas. Historicamente esse momento sempre foi bom para o Bitcoin, com movimentações positivas consideráveis após o evento.

Isso é atribuído ao efeito da lei de oferta e demanda. Porém, nem todo mundo pensa da mesma maneira. Aliás, as previsões estão todas espalhadas em diversas direções, alguns acreditam que o preço não vai ser impactado de forma significativa pelo evento, já outros até acreditam que o preço pode ser negativo após o halving.

Outra opinião interessante, notada pelo CryptoPotato, é do famoso analista PlanB. Segundo o trader, o preço do halving já está precificado (e corretamente).

Isso quer dizer que o mercado já está respondendo ao halving e está precificando o Bitcoin há algum tempo. Na teoria, isso quer dizer que até o momento o evento o BTC terá o preço que teria após a “alta” que o halving traria.

 

Como comprar Bitcoin no Brasil

 

PlanB usou um gráfico de Stock-To-Flow para a sua previsão. De acordo com os seus cálculos o Bitcoin terá o preço de US$50.000 durante o halving. Porém, isso não acontecerá em um movimento repentino e inesperado.

Claro que nem todo mundo concordou com a previsão de PlanB, dizendo que a queda de recompensa do Bitcoin não pode estar precificada ainda porque existem muitos fatores que podem alterar o gráfico de Stock-to-Flow, principalmente o FOMO (Fear of Missing Out) e a cobertura da mídia sobre o assunto.

Recentemente, Meltem Demirors, um dos defensores das criptomoedas e CSO da CoinShares, disse que o halving pode não iniciar um movimento e alta porque a maioria do mercado está sendo movimentado pela negociação de derivativos ao invés de bitcoins à vista. Por isso, as dinâmicas da demanda não funcionam.

O curioso é que todas essas narrativas possuem o potencial de estarem corretas e consequentemente o futuro do Bitcoin após o halving é incerto. Por isso, é importante estar por dentro do que está acontecendo no criptomercado para conseguir fazer uma negociação correta.

Veja também: Preço do Bitcoin em 2020: Veja como foi 2019 e como será no ano novo

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin! Se inscreva em nossas redes sociais:

 

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.