Bitcoin confirma ‘forte divergência de alta’

0 Comentários

moeda de bitcoin

Ontem o preço do Bitcoin começou a semana demonstrando otimismo dos compradores, mas hoje esse otimismo se confirmou, marcando um bom começo de semana, com o preço do Bitcoin subindo para US$ 7.715. Nas últimas 24 horas, o preço do BTC subiu 7,3%, sendo negociado a US$ 7.600, no momento da escrita deste artigo.

Vale lembrar que a primeira criptomoeda começou o último mês do ano sendo negociada por US$ 7.400, mas ao longo do mês caiu para US$ 6.400. Desde então, o preço do Bitcoin subiu quase 19%.

O trader Scott Melker destacou que o gráfico semanal do Bitcoin confirma “a forte divergência de alta na aréa de sobre-venda no RSI estocástico”. Mas, esta não é a primeira vez que isso acontece. Esta é a quarta vez desde que o Bitcoin atingiu o nível recorde de preço em dezembro de 2017, quando chegou a ser negociado por quase US$ 20.000.

Quando aconteceu pela primeira vez, o preço do Bitcoin foi de US$ 6.400 para US$ 9.900, uma valorização de 54,6%. A segunda vez aconteceu antes da grande alta no início do ano quando o preço do BTC foi de US$ 3.200 para US$ 14.000 e a terceira fez que houve uma divergência tão forte quanto a que estamos vendo atualmente, foi dias antes da alta que levou o preço da primeira criptomoeda de US$ 7.400 para US$ 10.400 (+40,5%) há apenas algumas semanas. Contudo agora, é preciso esperar e ver onde essa quarta divergência de alta nos levará.

Mas o Bitcoin ainda está em “tendência de baixa”

Conforme se aproxima o fim do ano e se inicia o ano de 2020, o Bitcoin finalmente parece estar fazendo um movimento de alta, no entanto, é preciso que se confirme se esse será um movimento sustentável.

Para alguns traders o preço do Bitcoin precisa primeiro ultrapassar os US$8.000 pra que se confirme a reversão de tendência de baixa para alta. O trader Josh Rager destaca que, apesar da recente alta, o preço do Bitcoin ainda está “em uma tendência de baixa”. Ele precisa ultrapassar os US$ 8.000.

“Quebre a baixa anterior e provavelmente vá para US$ 6k, onde a área de US$ 5.300 é um local promissor para os compradores”, disse Rager.

A desvalorização que muitos analistas esperam, no entanto, segundo Yele Bademosi, da Binance Labs, será maior do que a mínima de 2018, em US$ 3.300.

US$ 250.000 é improvável, mas US$ 50.000 é real

Enquanto isso, o analista Tim Draper dobrou sua previsão para o preço do BTC, segundo ele, o preço do Bitcoin chegará nos US$ 250.000 em 2022.

O analista Tone Vays declaoru que a previsão de Tim Draper uma previsão “irresponsável”, “ridícula”. Para ele o preço do Bitcoin chegará em US$ 50mil até 2023.

Mas Kelvin Koh, co-fundador e sócio-gerente do Spartan Group, uma empresa de consultoria e investimento em blockchain fundada por veteranos da Goldman Sachs e da Indus Capital, é muito mais otimista e acredita que no próximo ano o Bitcoin estará sendo negociado por “US$ 40mil”.

Clique aqui para ler: Ganhe tokens por divulgar o Bitcoin Cash

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin! Se inscreva em nossas redes sociais:

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.