HomeCEO da Ripple, Brad Garlinghouse, faz previsão para 2020

CEO da Ripple, Brad Garlinghouse, faz previsão para 2020

dezembro 23, 2019 By Diego Marques

homem olhando para moeda da ripple

Apesar do que os pessimistas estão dizendo, o Bitcoin e as outras criptomoedas tiveram um ótimo 2019, houve um aumento na adoção da criptomoeda e muitas melhorias no mercado de criptomoedas ao longo do ano.

Muitos especialistas do mercado de criptomoedas esperam que 2020 seja ainda melhor. Em um artigo publicado no blog da Ripple, o CEO da fintech, Brad Garlinghouse, revelou acreditar que em 2020 metade dos 20 maiores bancos do mundo passará a ver as criptomoedas como um ativo lucrativo e negociará ativamente.

Vale destacar que é uma previsão bastante ousada, especialmente considerando que, até onde nós sabemos, nenhum dos 20 principais bancos tem criptomoedas, nem Bitcoin nem muito menos XRP.

Os bancos e as criptomoedas

Recentemente saiu uma notícia de que em 2020 os bancos alemães poderão fornecer aos seus clientes a compra e venda de criptomoedas, mas atualmente não há nenhuma evidência de que existam bancos detendo e negociando criptomoedas, seja XRP, Bitcoin, Ethereum ou outras, na verdade existem sinais claros de que os bancos e outras instituições financeiras de ponta estão começando a se interessar pela tecnologia.

Vejamos abaixo alguns indicativos de que o próximo ano pode ser o ano em que os bancos se renderão as criptomoedas.

Santander, Deutsche Bank e o ING

O banco espanhol Santander, a 17ª maior instituição bancária do planeta, revelou recentemente ter começado a usar o Ethereum para emissão e conclusão de títulos. No dia 10 de setembro o banco Santander anunciou o resgate de um título na blockchain pública do Ethereum no valor de US$20 milhões. No mercado financeiro, o termo ‘título’ é usado para indicar um instrumento financeiro utilizado por entidades privadas e públicas tanto para financiar como para emprestar.

Após a liquidação dos títulos, a empresa expressou sua empolgação com o projeto, destacando especificamente como o sistema baseado em blockchain “reduziu o número de intermediários necessários no processo, tornando a transação mais rápida, mais eficiente e mais simples”.

Deutsche Bank supostamente se tornou patrocinador do IPO da gigante de mineração Bitcoin Bitmain. Além disso, um relatório recente do banco apontou o Bitcoin e às criptomoedas, como sucessores do atual sistema fiduciário.

O banco holandês ING tem um projeto de oferecer soluções de custódia de criptomoedas. Segundo, a Reuters, o objetivo é fornecer aos clientes da instituição soluções de criptomoedas e segurança. O ING disse em comunicado à Reuters que “vê as criptomoedas como crescentes oportunidades.

Em uma entrevista para um portal de notícias asiático Changpeng “CZ” Zhao, CEO da Binance declarou que há um interesse crescente por parte das instituições, o que indica um forte otimismo para 2020.

Governo dos EUA e a Ripple

O Bureau de Proteção Financeira do Consumidor (CFPB), uma agência dos EUA que orienta os consumidores no setor financeiro, afirmou que a tecnologia Ripple (XRP) está transformando o setor de remessas.

A agência menciona que, apartir do seu monitoramento do mercado de transferências de remessas, observou o desenvolvimento desse setor, destacando o crescimento do Ripple (XRP) e do SWIFT como tendo importantes participação nesse avanço.

Ripple e o futuro

O XRP é uma das criptomoedas mais controversas no mercado de criptomoedas, uma vez que é considerada extremamente centralizada.

O CEO da Messari recentemente falou sobre o XRP afirmando que a criptomoeda tem um “incrível poder de permanência”. No entanto, ele não tem certeza se o token será capaz de suportar a concorrência de stablecoins emitidas por instituições e bancos centrais. 

Clique aqui para ler: Ganhe tokens por divulgar o Bitcoin Cash

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin! Se inscreva em nossas redes sociais:

Tags: