HomeBitcoin: Baleia movimenta 47.000 BTC (US$ 338 milhões) enquanto China reprime criptomoedas

Bitcoin: Baleia movimenta 47.000 BTC (US$ 338 milhões) enquanto China reprime criptomoedas

novembro 24, 2019 By Diego Marques

baleia no oceano

Tudo indica que a recente repressão da China, para com as negociações de criptomoedas pode ter sido o motivo para que baleias Bitcoin estejam movendo grandes quantidades de BTC.

A admiração da China a tecnologia blockchain não se estendeu ao Bitcoin e as criptomoedas, pois o banco central do país lançou outra repressão as criptomoedas.

O Banco Popular da China alertou que ‘ações ilegais’ envolvendo criptomoedas não seriam toleradas e destacou que os investidores não devem confundir criptomoeda com blockchain. Algumas horas após a declaração da organização, uma baleia Bitcoin fez uma grande transferência de Bitcoin em uma única transação.

US$ 300 milhões em Bitcoin

Uma única transação foi realizada apenas algumas horas, após o Banco popular da China declarar guerra as transações envolvendo criptomoedas, 47.000 BTC, mais de US $ 337 milhões considerando os preços atuais. A transação mostra que os Bitcoins foram transferidos de uma carteira desconhecida para outra.

China pretende lançar criptomoeda própria

A decisão da China, se dá após recentes discussões sobre o potencial do país em se abrir para as criptomoedas.  O interesse em moedas digitais na China aumentou devido à posição positiva do país em relação à tecnologia blockchain e muitos começaram a especular se a China poderia suspender a proibição do comércio de criptomoedas.

Agora, o país confirmou mais uma vez sua posição anticriptomoeda, embora ainda continue com planos de lançar sua própria moeda digital nacional, conhecida como Pagamento Eletrônico de Moeda Digital (DCEP). O banco central do país confirmou que a moeda nacional da China ainda está sob testes, mas que será lançada no futuro.

Clique aqui para ler>> Como comprar Bitcoin no Brasil

Cuidado com os golpes

A futura criptomoeda da China está chamando a atenção. Mesmo sem data de lançamento prevista, a stablecoin chinesa já é alvo de muitos comentários. Como muitos projetos que estão sobre os holofotes sempre aparecem os golpes, como foi observado com o Libra do Facebook, com o “yuan digital” não seria diferente.

Cibercriminosos observando o grande potencial que essa criptomoeda terá, logo criaram uma página de web falsa. A página anunciou uma contagem regressiva para o lançamento da criptomoeda ao público. Esse suposto lançamento começaria em 20 de novembro.

Sem demora o governo chinês esclareceu que a página não era oficial. E informou que a moeda digital ainda está em fase de pesquisa e testes. O comunicado acrescentou que o tempo de emissão da criptomoeda também é falso e que não autorizou nenhuma plataforma de negociação de ativos a realizar transações.

“Qualquer coisa que esteja sendo negociada no mercado sob o nome de DC / EP ou DCEP não é a moeda digital nacional e qualquer hora de lançamento sugerida na Internet é imprecisa”, disse o banco central.

O Banco também advertiu a população contra os golpes que ainda surgirão em cima da tão aguardada criptomoeda.

“Os investidores devem estar cientes das empresas que se apresentam como banco central para atrair pessoas para ‘negociar’ a moeda digital, pode estar repleta de informações enganosas”.

Estar atentos aos golpes é de extrema importância, pois nem mesmo os governos podem impedi-los.

Veja também: Medo fará os Estados Unidos lançarem uma criptomoeda

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin! Se inscreva em nossas redes sociais:

Tags: