HomeBitcoin: Taxa de hash em alta apesar da queda no preço

Bitcoin: Taxa de hash em alta apesar da queda no preço

novembro 23, 2019 By Diego Marques

cabos e modens

Apesar da recente desvalorização no preço da principal criptomoeda, o poder de hash do Bitcoin continua alto. Um analista conhecido no Twitter por PlanB, divulgou na rede social que a taxa de hash é superior a 100Eh/s, ele também divulgou uma captura de tela que inclui os dados do serviço getmininginfo, que mostra as informações da taxa de hash.

Vale destacar que, se formos analisar os dados de outra plataforma que oferece os mesmos dados, o Blockchain.info, o nível do mesmo indicador é de cerca de 90Eh/s.

De acordo com o usuário sob o apelido Hodlonaut, a plataforma Getmininginfo não fornece dados precisos sobre a taxa de hash real da rede.

“Getmininginfo é inútil para obter o hashrate real. A variância deixa-a louca devido a plataforma usar um intervalo de tempo muito curto de medição. Mesmo medido em volumes diários, ela salta como um louco ”, disse ele num comentário.

Volatilidade da taxa de hash em 2019

Vale destacar que em junho, a taxa de hash da rede estava em 59 EH/s quando o o preço do Bitcoin atingiu seu valor mais alto no ano de 2019, chegando próximo dos US$ 14.000. Até o momento, houve uma desvalorização de cerca de 50% no preço da primeira criptomoeda, mas o poder de computação quase dobrou.

De acordo com o site Blockchain.com, os maiores volumes de mineração da história do Bitcoin foram vistos em outubro, quando em 23 de outubro a taxa de hash chegou a atingir os 114 EH/s. No momento, o volume de poder de computação é de 90,5 EH/s, um número 21% abaixo da alta atingida no mês passado.

Um constante no poder de computação indica que a desvalorização no preço do Bitcoin não está desanimando os mineradores. Embora quando o preço do Bitcoin atinge esse nível, a mineração da criptomoeda em alguns modelos ASIC já não é tão lucrativa.

Por exemplo, o ponto de equilíbrio da Antminer S9 é de US $ 7.500. Provavelmente, os participantes do espaço estão apostando em uma recuperação de preço de criptomoeda a longo prazo, principalmente devido ao halving de 2020.

Algumas previsões do preço do Bitcoin

Para muitos analistas ainda há a possibilidade de o preço continuar a tendência de baixa. Um conhecido crítico do Bitcoin, Peter Schiff, CEO da Euro Pacific Capital, acredita que o preço da criptomoeda está se desenvolvendo para formar a figura conhecida na análise técnica como ombro-cabeça-ombro. Peter Schiff acredita que o preço pode chegar nos US$ 1.000.

Já o cofundador da Morgan Creek Digital, Anthony Pompliano, compartilhou com seus seguidores no Twitter que as baixas de preço das criptomoedas especialmente do Bitcoin, é uma ótima oportunidade para comprar criptomoedas. O CEO da Binance, Changpeng Zhao, comentou no post que gostaria de fazer o mesmo, mas não tinha dinheiro fiduciário.

Clique aqui para ler>> Como comprar Bitcoin no Brasil

Voltando para a taxa de hash, vale lembrar que no início de setembro deste ano, a taxa de hash do Bitcoin caiu 30% em um só dia. Isso se deu ao aumento da repressão da China com as empresas de mineração. Logo após isso, a primeira criptomoeda sofreu uma forte desvalorizaçãoindo dos US$ 10.000 para US$ 7.800.

Atualmente, a China desistiu de “eliminar” a mineração de Bitcoin. Mas outras más notícias vieram do país asiático. O Banco Central da China se prepara para reprimir negociação de criptomoedas, essa notícia provavelmente foi um dos motivos pela recente desvalorização no preço do Bitcoin, com os preços caindo abaixo de US$ 7.000. No momento desta publicação, o preço do Bitcoin tem uma leva recuperação próximo do nível de preço dos US$ 7.200.

Veja também: Banco Central da China se prepara para reprimir negociação de criptomoedas

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin! Se inscreva em nossas redes sociais:

Tags: