Traders buscam descentralização: volume diário da Waves DEX chega a $5 milhões

A plataforma Waves iniciou uma revisão do design da interface do usuário e do mecanismo interno de sua exchange descentralizada (DEX) para atrair traders cada vez mais traders, incluindo os profissionais.

Benefícios das exchanges descentralizadas

Em 2018, a privacidade de dados tornou-se um dos tópicos mais discutidos na política e no setor de tecnologia, principalmente devido ao escândalo do Facebook e da Cambridge Analytica. Consequentemente, um número crescente de indivíduos começou a tomar consciência da importância da privacidade dos dados e do valor das informações pessoais para os anunciantes e governos.

Nas exchanges de criptomoedas, mesmo em plataformas de negociação que não lidam com contas bancárias e depósitos fiduciários, os usuários são solicitados a enviar uma quantidade significativa de dados pessoais, como passaporte, comprovante de endereço, RG e muito mais. A aquisição de informações do usuário deixa as exchanges de criptomoedas vulneráveis ​​a violações de segurança e ataques de hackers e, potencialmente, a processos judiciais onerosos.

Leia também  Legislação mexicana propõe que criptomoedas sejam regulamentadas

As fraquezas evidentes das trocas centralizadas levaram os negociadores a trocas descentralizadas – e nos últimos meses, a demanda por plataformas de negociação descentralizadas só se intensificou. De fato, a demanda chegou a um ponto em que plataformas de negociação centralizadas, como a Binance, entraram no setor para competir com plataformas de negociação descentralizadas existentes, como a Waves DEX.

Mudanças nas Waves DEX

A luta por exchanges descentralizados em relação à adoção e ao crescimento tem sido suas interfaces de usuário ineficientes e mecanismos complexos que criam um ecossistema difícil para os operadores do dia-a-dia e usuários casuais.

Em sua grande atualização, os desenvolvedores da Waves DEX implementaram mudanças significativas na lista de controle, pedidos, pedidos em aberto e envios de pedidos, para facilitar a crescente demanda pela Waves DEX e sua crescente liquidez.

Antes e depois

A exchange descentralizada Waves já recebeu mais de US$ 5 milhões em volumes médios de negociação diária, o que é principalmente atribuível a suas baixas taxas, execução rápida, retiradas ilimitadas e suporte à negociação de qualquer par de criptomoedas.

Leia também  A bomba relógio da evolução da Blockchain!

Para atrair traders profissionais, a Waves DEX também implementou grandes mudanças para permitir que os operadores avaliassem com facilidade as transações anteriores, acessassem o histórico detalhado das negociações, os saldos de moedas e tokens detidos e a categorização mais eficiente dos pares de criptomoedas.

Em entrevista ao ex-executivo da Goldman Sachs que se tornou CEO da Coinfi, Timothy Tam, a CEO da Kyber Network, Loi Luu, afirmou que a experiência do usuário tem sido a principal fraqueza das exchanges descentralizadas. Luu explicou:

“Acho que é porque a interface do usuário não é boa o suficiente. Os usuários não estão familiarizados com as Bolsas Descentralizadas; eles estão mais familiarizados com o Binance ou o Bittrex. Então, é por isso que desejamos facilitar o uso do usuário. Então, não nos concentramos no aspecto descentralizado dele. Nós nos concentramos mais no aspecto de usabilidade.

Da mesma forma, a Waves também se concentrou na interface de usuário e no aspecto de usabilidade de sua exchange descentralizada para garantir que os usuários tenham uma plataforma na qual possam negociar ativos digitais.

Leia também  Apple pretende implementar o protocolo Interledger da Ripple para pagamentos na ApplePay

Abaixo você pode conhecer mais sobre a Waves DEX no vídeo oficial:

Via: NewsBTC

loading...

Vitória do Bitcoin! Tribunal do Zimbabué derruba ordem do Banco Central banir as exchanges de criptomoedas no país

O Supremo Tribunal de Harare suspendeu a proibição do banco central, que impedia que todos os bancos e instituições financeiras oferecessem serviços às bolsas de criptomoedas. O Banco da Reserva…

0 Comentários

Parcele suas compras com Bitcoin em qualquer loja on-line no mundo, utilizando o serviço da Ripio

A startup de bitcoin Argentina e também fornecedora de carteiras digitais, a Ripio, possui um serviço chamado “Ripio Credit“, onde o usuário pode pagar parcelado em qualquer loja on-line do mundo que aceita a…

0 Comentários
Vai ficar de fora?
Para manter-se atualizado sobre novidades, ofertas e dicas, informe-nos que você gostaria de receber atualizações por e-mail inserindo seu endereço de e-mail e clicando para se inscrever. Como usamos as suas informações?​

INSCREVER
close-link