HomeVenezuela anuncia plataforma de remessa de criptomoedas

Venezuela anuncia plataforma de remessa de criptomoedas

agosto 27, 2019 By Soraia Barbosa

Em uma reportagem publicada na segunda-feira, o governo venezuelano anunciou o lançamento de uma nova plataforma estatal de criptomoedas, a Patria Remesa.

A nova plataforma faz parte da tentativa do governo de Nicolás Maduro para usar o criptomercado como uma forma de driblar as sanções de outros países e aumentar o poder monetário do país em meio a uma inflação recorde.

Além do Patria Remesa, há também o Petro, a criptomoeda estatal e com lastro em petróleo desenvolvida pelo governo. Infelizmente, nestes casos, criptomoedas criadas pelo governo perdem a razão libertária na qual o criptomercado foi construída.

O Governo da Venezuela anunciou no dia 26 de agosto esse novo passo para promover a adoção das criptomoedas. De acordo com as notícias, o governo venezuelano procura ajudar os cidadãos que trabalham fora da Venezuela a enviar dinheiro para casa de forma mais rápida e mais barata através de sua nova plataforma, chamada Patria Remesa.

É de notar que a atitude da Venezuela em relação à indústria de criptomoedas tem sido bastante positiva, uma vez que o país lançou a sua própria criptomoeda apoiada pelo petróleo para resolver as suas questões financeiras prevalecentes.

Em uma nota semelhante, o comunicado de imprensa observa que o governo considera o comércio de criptoativos como uma maneira de reforçar sua economia.

O token criptográfico oficial da Venezuela, o Petro, terá um papel fundamental nessa plataforma recentemente anunciada.

O comunicado de imprensa diz que os pagamentos internacionais via Petro são mais seguros e mais acessíveis do que os serviços de remessas existentes que os cidadãos de fora do país estão usando atualmente para enviar dinheiro a amigos, familiares e parentes residentes na Venezuela.

O superintendente nacional de criptomoedas da Venezuela, Joselit Ramirez, declarou que a plataforma é a “maneira mais segura de enviar uma remessa para o país.”

Além disso, Ramirez falou mais sobre o incômodo do sistema financeiro tradicional. Ele diz que as criptomoedas abrem novos caminhos para o mundo econômico, já que o sistema financeiro tradicional não é mais suficiente. Em seu programa Crypto Venezuela, que é transmitido na Rádio Nacional da Venezuela, ele disse:

“O mundo está evoluindo, há uma nova revolução econômica que está vindo para continuar avançando no país e contribuir para a economia mundial.”

Por fim, o comunicado também declara que o Patria Remesa funcionará via sistema Patria, outra plataforma do governo do país, que está totalmente operacional.

O serviço vai permitir que os venezuelanos possam receber Bitcoin, Litecoins e outras criptomoedas. Mas os saques só podem ser realizados exclusivamente em Petro ou na moeda fiduciária do país.

Veja também: Segundo a Binance Ethereum pode perder seu reinado

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin! Se inscreva em nossas redes sociais:

Tags: