HomeUsuários estão protestando contra a Coinbase após a compra da Neutrino

Usuários estão protestando contra a Coinbase após a compra da Neutrino

março 1, 2019 By Soraia Barbosa

Na comunidade internacional de criptomoedas, é possível encontrar diversas pessoas no Twitter utilizando a hashtag #DeleteCoinbase. Essa é uma nova campanha feita por usuários de criptomoedas no Twitter que estão pedindo para que os usuários da Coinbase deletem as suas contas na exchange.

Os usuários estão protestando por causa de uma aquisição controversa que a exchange fez recentemente. No dia 19 de fevereiro a Coinbase anunciou a compra da Neutrino. Os usuários estão incomodados com a compra porque executivos da Neutrino, que é uma empresa de análise de dados da blockchain, esteve envolvida com projetos que desagradaram bastante a comunidade. Mais especificamente, o CEO Giancarlo Russo, o CTO Alberto Ornaghi e o CRO Marco Valleri lideraram projetos para a startup Hacking Team, que vendeu diversos spywares para governos conhecidos por desrespeitarem os direitos humanos.

Por exemplo, o Washington Post relatou que a Hacking Team trabalhou diretamente com o governo da Arábia Saudita, incluindo o grupo de segurança que supostamente matou o jornalista dissidente Jamal Khashoggi. O próprio site da empresa se declara como “soluções tecnológicas para interceptação governamental” e descreve seus produtos como “tecnologia ofensiva”. As tecnologias da startup foram usadas também para prender jornalistas da Etiópia e Emirados Árabes Unidos.

Até o momento não é possível saber o tamanho do protesto. Em uma rápida pesquisa pelo Twitter, a hashtag #DeleteCoinbase apresenta centenas de menções com usuários postando fotos da contas sendo deletadas. Porém, por mais que a campanha tenha adesão (mesmo que na casa dos 10 mil usuários), é difícil que ela apresente um risco para a exchange que tem mais de 13 milhões de contas.

Ainda assim, muitas figuras influentes do criptomercado se manifestaram sobre a aquisição da blockchain.

Em entrevista ao site CoinDesk, Meltem Demirors, fundadora da Shiny Pony Ventures e chefe estrategista da Coinshares, disse que não vai mais usar a Coinbase após a aquisição da Neutrino.

“Existem muitos outros serviços no mercado que fazem análise de blockchain que não tem problemas com a sua reputação e com questões éticas como alguns fundadores da Neutrino tem. Para mim, isso vai diretamente contra todas as mensagens de que a Coinbase está tentando criar um sistema financeiro aberto e mais inclusivo. A aquisição da Neutrino apenas alimenta a ideia de usar o Bitcoin como capitalismo de vigilância”.

Veja também: Com nova parceria, BAT passa ser aceito em 250 mil lojas!

Tags: