HomeSEC deseja rodar nodes de Bitcoin, Ethereum e XRP

SEC deseja rodar nodes de Bitcoin, Ethereum e XRP

julho 31, 2019 By Sabrina Martins

A SEC busca cotações de empreiteiros para operar  nodes de Bitcoin e Ethereum em seu nome, além de “o máximo possível dos seguintes blockchains: Bitcoin Cash, Stellar, Zcash, EOS, NEO e XRP Ledger.” Isso faz com que os EUA se tornem o primeiro país a, publicamente, confessar a posse de um node de criptomoedas.

Em sua Sinopse , escreveram que pretendem obter uma assinatura comercial de dados comerciais para dados de contabilidade blockchain para apoiar seus esforços de monitorar riscos, melhorar a conformidade e informar a política da Comissão com respeito a ativos digitais.

Esta proposta significa que apenas as empresas existentes que já desenvolvem atividades de investigação e monitorização estão incluídas.

A SEC está, procurando empresas que coletem dados como hash rate, blockchain explorers, taxas de transação, dificuldade de mineração e recompensas para manter seus nodes.

Esses tipos de dados são fornecidos gratuitamente por muitos blockchain explorers (Messari Crypto, Coinmetrics, Blockchain Info, The Tie), mas parece que a SEC quer análise em vez de apenas dados, já que seus requisitos exigem que o contratado deve:

“Demonstrar o nível de rigor de limpeza e normalização de dados para atender aos requisitos do teste de auditoria das demonstrações contábeis. Se as informações de atribuição forem fornecidas, descreva processos e fontes de bases para combinar dados de blockchain com pontos de dados de atribuição para obter insights. ”

Eles acrescentaram que todos os dados do bloco de gênese em diante devem ser fornecidos de uma só vez, e então atualizados diariamente através de algum feed e de preferência um método API de sua escolha.

Um provedor também deve ser capaz de adicionar novos blockchains dentro de um prazo de três meses, então parece que eles provavelmente estarão procurando implementar sistemas de vigilância on-chain para ver ou adivinhar quem está fazendo o quê, sem saber ao certo por que o Bitcoin está incluído.

As notícias, é claro, passaram rapidamente pelo Crypto Twitter, cujos usuários parecem divididos. Há quem pense que isso pode ser um sinal de alta da aceitação da SEC e o governo dos EUA não está proibindo as criptomoedas, mas há outros que têm certeza de que isso é apenas outra maneira de vigilância global de blockchain.

Alguns ate dizem que este foi um anúncio otimista para o Bitcoin:

“Outro indicador de alta para Criptomoeda. Mais tempo e recursos sendo gastos pelo governo dos EUA continuam a apontar para o fato de que não há planos atuais para tentar banir/esmagar as criptomoedas nos EUA.”

Podemos afirmar que com a SEC rodando seu próprio node de Bitcoin, ela certamente busca informaçoes de forma direta. Isso porque, com um node ao seu dispor, não há necessidade de se utilizar soluções terceiras para auditoria.

Seja como for, já sabemos que o Bitcoin é uma rede descentralizada, portanto, as possibilidades de executar um node e acessar os dados estão disponíveis para qualquer pessoa. A SEC, portanto, não pode estar no controle do Bitcoin. Tudo o que eles podem fazer é ver as ações no blockchain. No entanto, as informações podem levar a outras consequências.

Se tomarmos o Ethereum como exemplo, podemos lembrar que levantou capital no blockchain do Bitcoin antes de ser lançado. Enquanto a SEC explica que o Ethereum não é considerado um security, eles ainda precisam decidir se o XRP entra na mesma categoria. Talvez a razão deste sistema ser tão complicado seja detectar se um token ou projeto seria considerado um security, embora pareça ser uma questão legítima por que tal tentativa não foi pesquisada anteriormente.

Podemos concluir que o regulador americano talvez esteja finalmente se movendo um pouco, mas não está claro se o foco deles está mais na fiscalização ou na facilitação da formação de capital.

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin! Se inscreva em nossas redes sociais:

Tags: