HomeRipple se prepara pra entrar no mercado africano

Ripple se prepara pra entrar no mercado africano

novembro 30, 2019 By Diego Marques

simbolo da criptomoeda ripple o xrp

Eric van Miltenburg, vice-presidente sênior de operações globais da Ripple, disse que a empresa está ansiosa para entrar de vez no mercado africano.

Em uma entrevista, o executivo da Ripple expressou sua alegria com a introdução da Ripple nas Filipinas, na América do Sul e em outros países, mas destacou que a empresa estava em busca de “acertar o primeiro conjunto de mercados” antes entrando na África com força total.

“Não ficaria surpreso, se no próximo ano, invistamos mais na África para expandir esse mercado.”

A Ripple já tem uma parceria com a Flutterwave, uma startup de pagamentos da Nigéria que recentemente firmou uma parceria com a Binance. A startup Flutterwave recebeu investimentos de empresas como Mastercard. Recentemente o Banco Central da Nigéria (CBN) concedeu uma aprovação a startup.

As empresas estão de olho na África atualmente. Recentemente, a Opay, uma empresa de pagamentos sediada na África, recebeu um investimento de US$ 120 milhões para expandir seus negócios na região.

Além disso, o CEO do Twitter, Jack Dorsey, planeja se mudar para a África. O empresário disse que blockchain e criptomoeda vão ter muito espaço pra crescer na África.

>> Como comprar Ripple no Brasil. Clique aqui

CEO da Ripple

O CEO da Ripple, Brad Garlinghouse também numa entrevista falou sobre como sua empresa está redesenhando e retrabalhando o setor de remessas, deixando claro que a Ripple está levando para as instituições financeiras oportunidades oferecidas pela nova tecnologia. Garlinghouse, explicou a importância do xRapid da Ripple, agora renomeado como Liquidez Por Demanda (ODL) e xCurrent.

“Queríamos levar aos bancos, instituições financeiras, as oportunidades representadas por essas novas tecnologias. E você sabe, francamente, falando do ponto principal, é o uso de ativos digitais para resolver alguns desses problemas, em vez de gradualmente trabalhar neles. ”

A Ripple continua expandindo seu alcance em todo o mundo, e esse tem sido um dos principais objetivos da empresa que oferece soluções para transações mais rápidas e baratas. Porém, como é de se imaginar, sempre que a Ripple tem algum importante desenvolvimento, o XRP também tende a entrar em um momento otimista. A Ripple e o XRP se expandindo no mercado africano, levando para dezenas de milhões de pessoas às soluções inovadoras baseadas em blockchain da empresa, dará ao XRP uma boa chance de impulsionar sua adoção.

Para quem não sabe a Ripple, muitas vezes confundida com o próprio XRP, é a empresa que “comanda” o ativo digital. Eles alegam não ter criado o ativo ou não ter controle centralizado dele, algo que é muito questionado e debatido dentro do mercado.

Esse ano a Ripple inaugurou seu escritório no Brasil na maior metrópole da América Latina. O Brasil é importantíssimo para a Ripple, representando 30% de todas as transações da empresa no mundo. Além do Brasil, a Ripple atua com escritórios presenciais na Índia, Reino Unido, Cingapura, Austrália e Estados Unidos.

Clique aqui para ler: Banco da Rússia diz que apoiará proibição de criptomoedas

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin! Se inscreva em nossas redes sociais:

Tags: