Pornhub pode ser a salvação dos “Crypto Tubers”?

0 Comentários

Certamente você tem acompanhado as recentes retiradas de vídeos relacionados aos criptoativos do YouTube. Apesar de o Google ter dito que foi apenas um erro e se desculpado, muitos relatos ainda permaneceram após a declaração do buscador.

Em dezembro de 2019, houve uma exclusão em massa dos conteúdos de Bitcoin, Altcoins e Blockchain. Logo após, em janeiro de 2020, os youtubers That Martini Guy e Davincij15 recorreram ao Twitter para reclamarem da perseguição.

“Então recebi uma greve hoje na minha última transmissão ao vivo. Isso é claramente um erro e, com a advertência, não consigo transmitir nem fazer upload de vídeos. Por favor, curtam e voltem para ajudar a reabrir meu canal no YouTube”, disse Davincij15.

Para alguns criadores de conteúdo, plataformas dentro do blockchain, como CosTv, são a saída. Entretanto, ainda não são muito conhecidas e não trazem um grande público com elas. Uma solução para isso pode ser o Pornhub.

A fim de “sobreviverem” ao YouTube, canais de tecnologia já estão migrando para a plataforma. De acordo com o Decrypt, esse pode ser um caminho adotado pelos Crypto Youtubers.

ThugCrowd ao ser expulso do YouTube, decidiu postar seus vídeos no site de entretenimento adulto em 2019. Semelhantemente, o hacker NotDan decidiu seguir o mesmo caminho e na última segunda-feira (3) começou a postar seu conteúdo no Pornhub.

“Meu canal de hackers do Pornhub agora está AO VIVO! Confira meu primeiro vídeo (o USB-C) e prepare-se para muito mais! Eu vou colocar meus arquivos de streaming aqui a partir de agora”, tuitou NotDan.

De acordo com Alex Saunders, fundador do Nugget’s News, o Pornhub é uma saída considerável e que ele já havia pensado a respeito durante a eliminação do YouTube. Todavia, como ainda é um Tabu, não seria adequado levar a audiência para lá, mas o site seria uma excelente aposta para o backup do conteúdo.

“É um mundo engraçado em que vivemos quando o Pornhub é um lugar mais seguro para criadores de conteúdo do que plataformas convencionais”, disse ele.

Contudo, Saunders não tem o Pornhub como seu principal caminho, pois já hospeda seus vídeos em plataformas descentralizadas, sendo a principal o LBRY.

Ademais, Saunders não está sozinho nessa linha de pensamento. Apesar de não optar pelo site de entretenimento adulto, o Crypto Tuber Ivan Liljeqvist disse ao Decrypt que se “algum conteúdo não é bem-vindo em uma plataforma haverá outra aproveitando a oportunidade”.

A princípio podemos notar que o Pornhub não segue o caminho de muitos em detratar os criptoativos. Pelo contrário, o site tem uma história com ativos digitais. Em 2018 fez um airdrop de Verge para comemorar a adição da altcoin. Além disso, passou a utilizar o Tether como pagamento após crise com o PayPal.

 

Clique aqui para ler: Adoção: Bitcoin Cash lança carteira com Instant Pay

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin! Se inscreva em nossas redes sociais:

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.