HomePagamentos de ransomware em cripto ultrapassam $81M no primeiro trimestre de 2021

Pagamentos de ransomware em cripto ultrapassam $81M no primeiro trimestre de 2021

O relatório do meio do ano da Chainalysis mostra que o total de criptomoedas pagas a endereços de ransomware aumentou 337% em 2020, com os cibercriminosos afiliados à Rússia sendo considerados os principais responsáveis

A empresa de análise de blockchain, Chainalysis, publicou uma prévia de seu relatório de meio termo na sexta-feira, que examina o crescimento de ataques de ransomware relacionados a criptomoedas. O relatório mostra que esta é a categoria de crime, baseado em criptomoedas, que mais cresce.

O Crypto Crime Report, publicado pela Chainalysis em fevereiro deste ano, mostrou que as vítimas de ransomware pagaram quase $350 milhões em criptomoedas em 2020. No entanto, mais endereços de ransomware foram identificados e o novo relatório estima que o valor para 2020 seja superior a $406 milhões.

Isso significa que o valor das criptomoedas recebidas em ataques de ransomware em 2020 aumentou 337% desde 2019. E o aumento dos ataques de ransomware não mostra sinais de parar. Já em 2021, os endereços de ransomware receberam mais de $81 milhões em criptomoedas. Isso, novamente, é considerado um mínimo e o número provavelmente aumentará à medida que mais endereços forem detectados.

Um fator que impulsiona o crescimento tem sido o surgimento de novas variantes de ransomware, além de variantes mais antigas tomando somas maiores. Muitas variantes usam o modelo Ransomware as a Service (RaaS). Isso envolve um invasor “alugando” uma variedade de ransomware de seus criadores, que recebem em troca uma parte do resgate de ataques bem-sucedidos.

Embora o número de variantes diferentes pareça representar um grande ecossistema de ransomware composto por grupos distintos, a análise de blockchain mostra que muitos invasores RaaS migram entre variantes, e algumas das maiores delas podem até ter os mesmos criadores.

O tamanho dos pagamentos de resgate também tem aumentado nos últimos anos. No primeiro trimestre de 2018, o pagamento médio foi de $1.000. Um ano depois, triplicou para $3.000 e um ano depois disso um aumento adicional de 567% levou-o a $20.000. No primeiro trimestre de 2021, o pagamento médio mais do que dobrou novamente para $54.000.

Os maiores pagamentos conhecidos para tipos de ransomware também aumentaram nesse período. Os números sempre foram inferiores a $6 milhões antes de 2020, mas todos estão acima desse valor desde então, com o maior pagamento de resgate em criptomoedas no primeiro trimestre de 2021 valendo $10 milhões.

O relatório também mostrou que a grande maioria dos lucros das variantes de ransomware mais prolíficas foram para criminosos cibernéticos afiliados à Rússia, em grande parte impulsionados pelo mercado de darknet rússo, com sede em Hydra. Isto é algo que o governo dos EUA já está levando a sério com o anúncio, no mês passado, de medidas punitivas contra Moscou. No entanto, o enfrentamento do problema provavelmente exigirá a cooperação das empresas em todo o setor cripto, bem como uma análise mais aprofundada do blockchain.

Etiquetas:
Aceita clientes dos EUA
Plataforma premiada de negociação de criptomoedas
Grande variedade de ativos de criptografia
Abra sua conta agora!