HomeMoeda Digital do Camboja será lançada em 2020

Moeda Digital do Camboja será lançada em 2020

fevereiro 3, 2020 By Sabrina Martins

Logo após a China dar um “start” na corrida por um CBDC, muitos outros países entraram no ataque. Dessa forma o Camboja resolveu revelar que cunhará sua própria moeda digital dentro de meses. De acordo com o país asiático, o CBDC irá alimentar “uma plataforma de pagamento e transferência de dinheiro ponto a ponto, baseada em blockchain”.

O “Projeto Bakong”, segundo as informações do jornal The Phnom Penh Post, já conta com o apoio de 11 bancos dos 43 bancos comerciais do país. Ademais, o projeto espera que mais instituições financeiras entrem no futuro.

De acordo com a diretora-geral do Banco Nacional de Camboja (NBC), Chea Serey, o Bakong teve início em julho de 2019. Serey garante que o projeto estará operacional dentro do atual trimestre fiscal.

Apesar de o jornal local afirmar que o projeto é quase uma moeda digital do banco central, Serey garantiu que será um “gateway de pagamento nacional para o Camboja”.

“Bakong terá um papel central em trazer todos os jogadores do espaço de pagamentos no Camboja sob a mesma plataforma, facilitando aos utilizadores finais o pagamento uns aos outros, independentemente das instituições com as quais eles se envolvem. Eventualmente, esperamos permitir pagamentos transfronteiriços também através do sistema Bakong”.

Para garantir a troca instantânea e segura da moeda fiduciária no CBDC, o sistema vinculará a carteira Bakong à conta bancária dos usuários. Além disso, o rastreamento também será disponibilizado, pois, o NBC garantiu que todas as transações serão centralizadas e documentadas na plataforma.

De acordo com as observações de Shin Chang Moo, presidente do Phnom Penh Commercial Bank (PPCB), o Bakong é mais barato e mais conveniente que as opções tradicionais de pagamento e transferência de dinheiro. Assim sendo, outros bancos centrais provavelmente desenvolverão sistemas semelhantes.

Há uma crença das instituições financeiras de que projetos como o Bakong podem afetar de maneira negativa seus negócios. No entanto, Moo acredita que essa não é a realidade. Para o banqueiro essas iniciativas facilitam o estabelecimento de ecossistemas financeiros mais inclusivos. Sendo assim, todas as partes interessadas do setor serão beneficiadas. Inclusive Camboja que ainda apresenta um número de provedores e de usuário de seus serviços imaturos.

Em contraste com o Bitcoin, o Bakong será um sistema fechado apoiado por bancos e autoridades financeiras do país. Dessa forma não haverá espaço para especulações.

A atual posição do Camboja mostra um sinal positivo para o mercado de blockchain local, posto que muitos desejam uma integração dos criptoativos com o sistema bancário tradicional.

Clique aqui para ler: Bitcoin tornará obsoletas todas as outras moedas

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin! Se inscreva em nossas redes sociais: