HomeFiasco total: empresa brasileira faz “desafio” com atores da Globo e confunde público

Fiasco total: empresa brasileira faz “desafio” com atores da Globo e confunde público

Na data de hoje (10/06), tivemos no Brasil um evento online bastante divulgado a respeito de criptomoedas cujo objetivo, aparentemente, era popularizar o conhecimento e o investimento em Bitcoin e criptomoedas em nosso país.

O evento foi promovido por uma controversa empresa do mercado, que segundo informações em seu próprio website, supostamente já teria mais de 240 mil usuários e mais de 30 milhões de dólares investidos em sua plataforma.

Ela promete a realização de arbitragem e negociação de bitcoins através de um “robô de alta frequência” (sabe Deus o que isso significa). Segundo dados oferecidos pelo site oficial da iniciativa, o tal robô oferece uma espécie de retorno garantido ao investidor que deixa seus bitcoins com a empresa, mas ao mesmo tempo a porcentagem do retorno oferecida no site é bem mais baixa que a média produzida por traders de carne e osso que são relativamente experientes e competentes nesse mercado.

O evento ao vivo ocorreu dentro do horário programado, mas foi apresentado de tal forma que, ao final, provavelmente mais confundiu do que esclareceu qualquer pessoa que tenha tido o desejo de conhecer realmente as criptomoedas. Lembrando que a ideia toda era que através do “desafio” novos investidores pudessem ser capazes de tomar uma decisão de investimento minimamente bem formada diante de um mercado de alto risco.

Os principais chamarizes de todo o movimento eram os atores globais, prêmios vultuosos em bitcoin, além de ampla divulgação e marketing, mas ainda assim os números, provavelmente, não foram animadores para os organizadores. Poucas milhares de visualizações no Facebook e no Youtube marcaram o programa, cujo conteúdo foi marcado por erros primários, gafes, desorganização e praticamente nenhuma informação de qualidade sobre a tecnologia, história ou a forma de uso/investimento das criptomoedas na atualidade.

Aproveitando a movimentação em torno da questão como um todo no dia de hoje, o Guia do Bitcoin aproveita para chamar a atenção da comunidade de criptomoedas no Brasil a algumas questões que não devem ser ignoradas, em nossa visão. Nosso objetivo em assim agir não é a de pré-julgar intenções ou ações da empresa, mas oferecer claramente algumas perguntas formuladas também por nossos leitores que contextualizem a necessidade de respostas mais transparentes e claras, valores essenciais para uma comunidade construída sob o fundamento da tecnologia da “blockchain”.

O ecossistema das criptomoedas é novo, controverso em função de seu potencial disruptivo e bastante pautado em princípios como transparência e segurança da informação. Diante disso, a empresa responsável pelo evento poderia trazer a público alguns esclarecimentos, que não implicam em segredo industrial ou comercial:

  1. Quando haverá uma auditoria externa, confiável e pública das contas da empresa e das provas de realização de arbitragem?
  2.  A empresa diz ter mais de 30 milhões de dólares investidos (e supostamente sendo negociados) na plataforma. Isso a tornaria uma das maiores empresas do mundo nesse segmento. Tais números estão exagerados ou representam a realidade?
  3. De onde vem o lucro da empresa, que presumimos ser muito grande dada a quantia de dinheiro necessária para se realizar um evento do porte como o de hoje, se a margem de ganho na arbitragem é geralmente bem pequena?
  4. Por que um dos responsáveis pela empresa apagou comentários de pessoas que questionavam a necessidade de uma auditoria no negócio em um post no facebook?

Além de tais perguntas, no site oficial da empresa consta a informação de que até hoje o algoritmo da empresa “nunca teve prejuízo”. Consultamos o trader profissional e instrutor da Escola do Bitcoin, Rafael Motta, para dar um parecer técnico sobre a informação:

“É importante não confundir “nunca ter tido prejuízo” com nunca ter perdido”. Durante operações de alto risco, ganhos e perdas são frequentes. O objetivo de qualquer operador, é claro, é garantir que os acertos sejam mais substanciais e constantes que os erros. O problema da declaração da empresa é justamente a falta de transparência no que se refere à comprovação do que eles afirmam, motivo pelo qual há uma enorme quantidade de usuários exigindo uma auditoria ampla e honesta para confirmar, inclusive, se a startup de fato opera com arbitragem”, disse ao Guia do Bitcoin.

Um representante da empresa falou em um prazo de 90 dias para uma auditoria financeira e contábil a ser realizada pela empresa Grant Thornton, e que, após essa consultoria, seria divulgada uma informação oficial pela empresa em até 30 dias. Ou seja: lá se vão 120 dias para uma simples pergunta: de onde vem, exatamente, os lucros da empresa?

O CMO da empresa foi questionado por que a forma como o projeto foi desenhado não garante por si só verdadeira transparência sobre as metodologias da empresa, tendo a mesma de apelar à contratação de uma empresa terceirizada para realizar a auditoria, assim como o Tether. No entanto, ele se recusou a prestar maiores esclarecimentos.

Essas questões são importantes e não devem ser tratadas com paliativos. O Guia do Bitcoin está aqui para informar e a nossa lição com este post é: abra os olhos e desconfie de qualquer promessa de “rendimento” em um mercado extremamente volátil e novo como o das criptomoedas. Se eles dizem ter 30 milhões de dólares investidos, de onde vem tanto volume para arbitragem se uma das maiores exchanges de Bitcon do mundo negociou apenas 40 milhões de dólares nas últimas 24 horas?

Conselho

Invista seu dinheiro sabendo que o mercado de criptomoedas é um mercado de alto risco e que sim, há chances de ter prejuízo. No entanto, não depender de terceiros para operar ou realizar arbitragem pode ser muito mais lucrativo:

“Apenas na data de hoje, houve uma oportunidade de arbitragem com lucratividade aproximada de 9,5%. Isso representa o dobro do que fora supostamente executado pelo “robô de alta frequência” da empresa. Aprendendo a fazer arbitragem e a operar por conta própria e com qualidade, você certamente terá oportunidades de proporções quânticas para aproveitar”, afirma Rafael Motta.

Equipe do Guia do Bitcoin

OBS: no desafio do investidor, escolhemos o #TimeAuditoria

Tags:

Assine hoje nosso boletim informativo exclusivo !

Emails personalizados

Sem SPAM

Alt coin news

Cancele a inscrição quando quiser

Após a inscrição, de vez em quando, você também poderá receber nossas ofertas especiais por e-mail. Nunca iremos vender ou distribuir seus dados a terceiros. Veja a nossa política de privacidade aqui.