HomeFEM descreve mais de 60 casos de uso da Blockchain para Proteção Ambiental

FEM descreve mais de 60 casos de uso da Blockchain para Proteção Ambiental

Em relatório publicado dia 14 de setembro, o Fórum Econômico Mundial (FEM) descreve mais de 60 casos de uso da tecnologia blockchain para proteção ambiental. 

O relatório, “Building Block(chain)s for a Better Planet, em tradução livre, “ Construindo Blockchains para um Planeta Melhor”, destaca uma série de aplicações da tecnologia Blockchain para Proteção Ambiental, com a criação de estratégias e soluções para inúmeros problemas do meio ambiente. 

fonte: Building Block(chain)s for a Better Planet, 2018, FEM. 

A tecnologia blockchain vem transformando a forma como os humanos transacionam valor, o que reflete diretamente na forma como bancos, empresas e negócios operam. Apesar do foco na blockchain atualmente estar em soluções financeiras, há uma gama de outros setores que podem se beneficiar da tecnologia.

Até o momento, essas oportunidades permanecem inexploradas por desenvolvedores, investidores e governos, mas representam uma oportunidade para interromper fundamentalmente os sistemas e as abordagens atuais. Segundo o relatório do FEM:

“Tecnologias emergentes, incluindo a Internet das Coisas (IoT), realidade virtual e inteligência artificial (IA), estão permitindo mudanças sociais que afetam sismicamente economias, valores, identidades e possibilidades para as gerações futuras.”

E é exatamente isso que o relatório mostrar: o potencial da blockchain, não apenas para transformar o mercado financeiro, mas também para melhorar o planeta como um todo. Para isso, relatório descreve como a blockchain poderia perturbar a forma como o mundo gerencia recursos ambientais e ajudar a impulsionar o crescimento sustentável.

De acordo com o relatório, o primeiro passo na introdução de aplicações blockchain para proteção ambiental é o estabelecimento de um gerenciamento global e descentralizado do meio ambiente com a blockchain, em oposição ao financiamento de projetos específicos e separados. Entretanto, essa gestão inclui uma grande colaboração entre os formuladores de política, cientistas, investidores e sociedade civil. E também novas estruturas de governança e protocolos de política, modelos de investimento e de financiamento. 

As aplicações propostas pelo FEM buscam explorar o potencial da blockchain para melhorar os processos existentes, e introduzir soluções completamente novas de blockchain – os chamados “game changers” – que devem transformar completamente a maneira como grandes questões ambientais são gerenciadas.

Esses “modificadores de jogo” incluem cadeias de suprimento “transparentes”, sistemas descentralizados de gerenciamento de energia e água, fontes de captação de recursos sustentáveis, mercados de carbono e outros. Algumas dessas aplicações podem ser vistas no esquema abaixo, retirado do relatório. 

fonte: Building Block(chain)s for a Better Planet, 2018, FEM. 

Etiquetas:

Assine o nosso boletim informativo exclusivo!

E-mails personalizados

Sem SPAM

Notícias sobre alt coins

Cancele a inscrição quando quiser

Depois de se inscrever, poderá também receber ofertas especiais ocasionais da nossa parte via e-mail. Nunca iremos vender ou distribuir os seus dados a terceiros. Consulte a nossa Política de Privacidade aqui.