HomeEthereum: Hard Fork Istambul – O que vai mudar?

Ethereum: Hard Fork Istambul – O que vai mudar?

moeda de ethereum com um garfo

O hard fork do Ethereum Istanbul que está programado para ser ativado neste sábado. A atualização se concentra principalmente em melhorar o suporte à cadeia lateral – especificamente com a tecnologia baseada no Zcash.

A atualização é a terceira e final na era Metropolis da Ethereum, a última antes da introdução da proof-of-stake da Casper. Atualizações anteriores, Byzantium e Constantinople, são nomes históricos da cidade de Istambul.

Essas atualizações são parte de um plano total de seis propostas de melhoria do Ethereum num total de 30 outras propostas. Embora nenhuma das proposta seja particularmente abrangente, as atualizações cumulativas devem expandir as possibilidades de desenvolvedores dos contratos inteligentes introduzirem recursos de larga escala na rede Ethereum, como protocolos de privacidade e dimensionamento de redes laterais.

Zcash Tech ajudando o Ethereum

A tecnologia criptográfica de conhecimento zero tem sido anunciada uma melhoria ao protocolo Ethereum, permitindo que tokens privados baseados em ERC e maior escalabilidade por meio de soluções fora da rede.

O EIP-1108 otimiza especificamente rotinas para a aritmética da curva elíptica – o núcleo da maioria dos algoritmos de criptomoedas. A proposta altera o preço computacional dos algoritmos de curva elíptica, seguindo de otimizações anteriores no uso de recursos de fato.

Os custos de gás tiveram uma redução de seis vezes. Isso porque os preços do gás para todas as operações de computação são definidos manualmente pelos desenvolvedores, o que refletia apenas parcialmente seu custo real.

Os desenvolvedores da Ethereum identificaram essas mudanças como importantes para vários projetos construídos na plataforma: o protocolo AZTEC e a ZEther estão trabalhando para implementar provas de zero conhecimento e transações confidenciais para criar transações privadas na cadeia Ethereum; O Matter Labs e o Rollup utilizam essa criptografia para criar soluções de dimensionamento da rede lateral.

A equipe de desenvolvedores usou o protocolo AZTEC como exemplo da redução efetiva oferecida pela proposta:

“Atualmente, custa 820.000 de gás para validar a criptomoeda em uma transação confidencial típica da AZTEC. Se o cronograma de gás dos pré-compiladores refletisse corretamente sua carga na rede Ethereum, esse custo seria de 197.000 gás [cerca de US $ 0,23 nos preços médios atuais do gás]. ”

Outra conhecida proposta, a EIP-152, está definida para permitir integrações diretas com a criptomoeda Zcash. A atualização apresenta versões avançadas das funções de hash Blake2b, que são significativamente menos intensivas que a implementação atual.

Esse recurso facilitará a compatibilidade com o Zcash e outras moedas baseadas no Equihash. Seu principal caso de uso é permitir “atomic swaps” confiáveis ​​entre as redes Ethereum e Zcash.

Um conjunto de otimização mais geral para beneficiar sistemas baseados no conhecimento zero (zero knowledge) é o EIP-2028, que reduz o custo do gás do Calldata – uma instrução de armazenamento de dados. Isso permitirá aumentos na largura de banda da transmissão de dados na rede (com um custo aceitável do desempenho da rede).

Priorizar o armazenamento de dados abre caminho para soluções fora da rede, que assumem parte da carga de cálculo pelo preço de uma maior transferência de dados.

Sidechain e outras otimizações

A atualização também propõe outras melhorias. Otimizações mais gerais de segurança e uso de recursos. O EIP-1344 apresenta uma nova operação que retorna o ID da rede atual. Essa medida está sendo implementada com o intuito de manter a segurança da rede.

É especialmente relevante para as soluções de camada 2, como o Plasma, que descarregam algumas das transações fora da rede principal e atualizam apenas as alterações nos pontos de verificação especificados.

Durante um hard-fork, como o que deu origem ao Ethereum Classic, os contratos inteligentes podem transmitir incorretamente os dados para a rede errada, uma situação que pode resultar em prejuízo.

O EIP-2200 melhora a estrutura da medição de gás para armazenamento de dados com contratos inteligentes. Ele apresenta várias otimizações para os contratos inteligentes em lote, além de organizar EIPs anteriores sobre esses recursos.

Finalmente, o EIP-1884 é um preço geral de várias funções para alinhá-las com o consumo real de recursos.

Apesar de serem aparentemente pequenas alterações, esses últimos EIPs quebram a compatibilidade com versões anteriores, eliminando a necessidade de um hard-fork. Vale destacar que o hard-fork Istambul não é uma bi-furcação da rede e não dará novos ETH.

Veja também: Pesquisa diz que 70% dos EUA usará cripto até 2030

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin! Se inscreva em nossas redes sociais:

Etiquetas:

Assine o nosso boletim informativo exclusivo!

E-mails personalizados

Sem SPAM

Notícias sobre alt coins

Cancele a inscrição quando quiser

Depois de se inscrever, poderá também receber ofertas especiais ocasionais da nossa parte via e-mail. Nunca iremos vender ou distribuir os seus dados a terceiros. Consulte a nossa Política de Privacidade aqui.