HomeEOS Nova York denuncia centralização na rede

EOS Nova York denuncia centralização na rede

novembro 29, 2019 By Matheus Henrique

O mecanismo de consenso da EOS está atualmente sob uma onda de publicidade negativa depois que a EOS Nova York revelou que uma entidade gerencia seis dos produtores de blocos reconhecidos neste ecossistema.

Segundo a EOS NY, esses seis produtores de blocos estão registrados no mesmo endereço na China: stargalaxybp, validatoreos, eoszeusiobp1, eosunioniobp, eosathenabp1, and eosrainbowbp. Isso colocou em questão a natureza descentralizada da plataforma, uma vez que seus fundamentos são baseados no conceito de blockchain.

De acordo com o tuíte da EOS Nova York no dia 28 de novembro, há algum nível de má conduta e centralização na rede EOS. Como resultado, eles tomaram a iniciativa de tornar essas operações mais transparentes para as partes interessadas. Afinal, a transparência é outro dos pilares da tecnologia de blockchain, junto da descentralização.

Ou seja, parece que o EOS não anda respeitando muito bem esses dois pontos básicos da filosofia das criptomoedas.

A EOS está entre as principais plataformas de contratos inteligentes dentro do espaço blockchain dos últimos anos, ainda assim mantendo uma grande relevância no mercado. A rede usa um algoritmo de Delegated Proof of Stake (DPoS) para obter consenso em sua plataforma blockchain, em oposição aos protocolos mais comuns (e já provados como seguros), como o Proof of Work.

Basicamente, os produtores de bloco (BP) desempenham o papel de mineradores e podem ser votados nessa posição por outros participantes da rede que possuam uma certa quantidade de moedas para staking. Os BPs, por sua vez, podem utilizar os seus portfólios para contribuir com o crescimento da comunidade EOS e a infraestrutura de rede.

 

Como comprar Ethereum no Brasil

 

Portanto, segue-se que o ecossistema de EOS pode ser facilmente centralizado, dado o poder adquirido por essa entidade que controla os produtores de seis blocos. De forma bem simples, essa entidade controla uma grande quantidade de moedas, portanto, ela tem um grande poder de voto.

Sendo assim, ela pode determinar quem serão os produtores de blocos validados. Com isso, ela pode sempre se votar no poder através de seus produtores de blocos. A concentração de moeda também não é algo dificil de conseguir, já que muitas exchanges e custodiantes possuem uma grande quantidade delas.

Os investidores pré-ICO e alocações de alta quantia também possuem muitas moedas sem realmente ter “trabalhado” por isso, como é no caso da mineração.

Além disso, é muito mais difícil que outras BPs em potencial sejam votadas para fazer parte do grupo escolhido. A EOS Nova York advogou consequentemente a remoção dessas BP:

“Portanto, estamos propondo a remoção dos seguintes produtores registrados: stargalaxybp, validatoreos, eoszeusiobp1, eosunioniobp, eosathenabp1 e erainrainbowbp”

A comunidade de blockchain da EOS desde então tem sido sincera sobre esse desenvolvimento, uma escola de pensamento acredita que a atualização do projeto de governança e votação melhorará a rede. No entanto, outros identificaram o próprio consenso de DPoS como o principal desafio que a blockchain da EOS enfrenta.

Veja também: Bancos alemães passarão a vender Bitcoin em 2020

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin! Se inscreva em nossas redes sociais:

 

Tags: