Blockchain é o grande destaque do LinkedIn em 2020

1 Comente

Com a ascensão dos criptoativos, o blockchain começou a chamar a atenção de muitos. Assim sendo, muitas empresas começaram a buscar oportunidades nesse setor e querem encontrar profissionais qualificados e talentosos para isso.

Como resultado, na semana passada o blockchain apareceu liderando a lista de habilidades mais requisitadas no LinkedIn. Dessa maneira quebra um recorde, pois em 2019 não conseguiu chegar ao top 10. Contudo, isso não causa espanto, pois com o avanço da tecnologia a demanda por certas habilidades crescem.

“Pela primeira vez este ano, o blockchain não só fez a lista de competências de topo, como também a superou, aumentando a consciência e a procura para as aplicações mais amplas desta competência”.

Lista das habilidades mais demandadas:

1- Blockchain

2- Computação em Nuvem

3- Raciocínio analítico

4- Inteligência Artificial

5- UX Design

6- Análise de Negócios

7- Marketing de Afiliados

8- Vendas

9- Computação Científica

10- Produção de Vídeo

“As habilidades que as empresas mais precisam foram determinadas analisando as habilidades que estão em alta demanda em relação à sua oferta. A demanda é medida identificando as habilidades listadas nos perfis do LinkedIn de pessoas que estão sendo contratadas com as taxas mais altas. Somente cidades com 100.000 membros do LinkedIn foram incluídas”. 

Inegavelmente o blockchain será uma tecnologia que dominará o mercado com passos largos. Por consequência, não só as empresas estão adotando a tecnologia. Países estão embarcando e isso pode ser visto na China que é uma das nações na vanguarda da tecnologia.

Só para exemplificar, o país asiático está construindo sua própria moeda digital e Xi Jinping, presidente da China, se mostrou a favor do blockchain. Além disso, as startups de blockchain da China receberam US$3,5 bilhões em 2019.

Para mais, Ravi Shankar Prasad, atual ministro de Comunicações, Eletrônica e Tecnologia da Informação no governo da Índia, acredita que o blockchain pode salvar as escolas públicas. Por isso, pediu ao Centro Nacional de Informática que apresentasse uma solução baseada na tecnologia.

Com a finalidade de saber a origem e conseguir rastrear os alimentos, a Austrália também usará o blockchain. Isso trará uma melhor segurança e proteção aos produtores australianos de produtos fraudulentos e falsificados.

Em resumo, o blockchain, a tecnologia que em 2009 apenas apoiava o uso do Bitcoin, está deixando para trás os comentários negativos e ganhando espaço no mainstream. Ao mesmo tempo, indivíduos, empresas e governos estão reconhecendo o grande potencial dessa tecnologia que abre e continuará abrindo mais portas no futuro. Certamente, esse é o verdadeiro “alcance Satoshi Nakamoto”.

Clique aqui para ler: Bitcoin, a criptomoeda mais utilizada para pagamentos

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin! Se inscreva em nossas redes sociais:

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.