HomeBlackRock está estudando blockchain e criptomoeda, diz CEO

BlackRock está estudando blockchain e criptomoeda, diz CEO

Lawrence Fink, da BlackRock, vê um “grande papel para a moeda digitalizada”

Em uma aparição no Squawk Box da CNBC, Larry Fink, o CEO da maior administradora de ativos do mundo, BlackRock, revelou que ele concorda parcialmente com a opinião de Jamie Dimon sobre criptomoedas. Fink observou que, assim como o presidente-executivo do JP Morgan, ele não via muito valor em moedas digitais.

Respondendo se mudou de idéia em relação ao fornecimento de produtos cripto ou acesso a investidores, ele disse que a BlackRock estava em processo de avaliação de criptomoedas e tecnologia blockchain geral. O executivo afirmou ainda que não tinha certeza se o ativo iria disparar para cima ou para baixo.

Ele, no entanto, observou como é impressionante que os investidores tenham pesquisado a criptomoeda para diversificar seus investimentos. Em sua opinião, Fink acredita que as moedas digitais terão um grande papel no futuro.

"Não sou um estudante de Bitcoin, e para onde isso vai, não posso dizer se vai para $80.000 ou zero. Mas acredito que haja um grande papel para uma moeda digitalizada, e acredito que isso vai ajudar os consumidores em todo o mundo", disse ele.

Durante a entrevista à Squawk Box, na qual também discutiu a situação dos investimentos em mercados globais, Fink divulgou que a empresa não havia notado muito interesse em ativos digitais.

"Vemos muito pouca demanda por esses tipos de coisas [criptomoedas]."

Seus comentários céticos vêm dias depois que o presidente-executivo do JPMorgan, Jamie Dimon, afirmou que não acreditava na criptomoeda, apesar dos clientes do banco verem o contrário. Em uma recente Reunião Anual de Membros do Instituto de Finanças Internacionais, o CEO do JP Morgan rotulou o Bitcoin como sem valor, questionou sua escassez e sugeriu que seu limite de fornecimento poderia ser alterado.

Não foi a primeira vez que Dimon foi cínico sobre os ativos digitais, tendo descrito o Bitcoin como uma fraude no passado. Curiosamente, ele acredita que o valor pode aumentar em até dez vezes nos próximos cinco anos. Ele também especificou durante a reunião de membros que seu cinismo pessoal não impedia a empresa de oferecer acesso seguro ao ativo se os investidores o desejassem.

“Se eles quiserem ter acesso para comprar bitcoins, não podemos custodiá-los, mas poderíamos dar a eles acesso legítimo e o mais limpo possível”, disse ele.

Essas observações críticas sobre o Bitcoin não caíram bem com a comunidade cripto, com vários usuários apontando para o rali que o Bitcoin viu ao longo dos anos. Alguns chegaram a destacar mais de 400 “obituários” de Bitcoins de alto perfil que estavam errados. Por sua vez, Michael Saylor da MicroStrategy acredita que as frustrações do Bitcoin derivam da falta de compreensão do ativo digital.

Etiquetas:
Aceita clientes dos EUA
Plataforma premiada de negociação de criptomoedas
Grande variedade de ativos de criptografia
Abra sua conta agora!

Usamos cookies para personalizar conteúdos e anúncios, fornecer recursos de mídia social e oferecer a você uma experiência melhor. Ao continuar navegando no site, ou clicando em "OK, obrigado", você aceita o uso de cookies.