Bitcoin pode cair para US$5.000 antes do Halving, diz Analista

0 Comentários

Estamos entrando em um momento fundamental para o Bitcoin, com alguns meses para o halving a maior criptomoeda do mercado está oscilando entre US$8.000 e US$9.000 desde o dia 10 de janeiro. A atual meta dos investidores é os US$10 mil, mas alguns analistas apostam em outras possibilidades.

Jacob Canfield é um analista do mercado de Bitcoin (ranqueado como o nº1 Trading View) e para ele há uma outra grande decisão para o Bitcoin. Segundo ele, o Bitcoin está para entrar em uma das duas situações: Ou ele está para atingir valores baixos como em julho de 2018 ou está prestes para cair consideravelmente antes do pump pós-halving.

A análise é baseada na recente rejeição da média móvel de 200 dias (200MA), o que é visto amplamente como um sinal negativo para o preço da moeda.

“A dúvida contínua, essa rejeição da 200MA é para formar uma nova baixa como em julho de 2018 ou é um dump antes de uma alta gigante como o fevereiro de 2018, o que vocês acham? A próxima semana vai ser importante para determinar a “tendência” macro geral.”

A recente rejeição do 200MA deixa o mercado relativamente ambíguo, de acordo com Canfield. Em sua análise, em ambos os casos a criptomoeda vai cair, a diferença é o que vai acontecer depois, uma alta significativa ou a moeda se mantém nos novos baixos.

A confirmação da nova direção do Bitcoin vai chegar depois que a moeda se estabelecer acima de US$8,600, de acordo com sua análise. Atualmente o nível e suporte de US$8.400 é visto com cautela enquanto o Bitcoin se mantém altamente volátil. O preço do BTC está sendo negociado na casa de US$8.620 com um volume de negociações relativamente alto, cerca de US$29 bilhões por dia, com uma liquidez mantida tanto pelos compradores quanto pelos vendedores.

 

Como comprar Bitcoin no Brasil

 

“Para essa análise estar errada eu precisaria ver um fechamento diário ACIMA da média móvel de 200 dias e um preço de US$10.000 para criar novas altas e invalidar a estrutura total.”, disse ele em sua análise.

Quedas são comuns durante o pré-halving

Canfield destacou em sua análise que nas duas últimas vezes em que a rede passou por um halving houve uma queda de 28% no valor do Bitcoin, antes que a alta começasse. Apesar de outros fatores estarem relacionados a essa queda e aumento, o histórico pode se repetir mais uma vez no próximo corte da recompensa por bloco.

De qualquer forma, a possibilidade de o Bitcoin cair é uma boa oportunidade para entrar no mercado, considerando que a moeda possivelmente vai voltar a subir. Vale lembrar que o próprio Canfield disse:

“Posso estar errado? Sem dúvidas posso estar 100% errado! Sempre gerencie os seus próprios riscos e não negocie mais do que você pode perder.”

Veja também: Bitcoin, a criptomoeda mais utilizada para pagamentos

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin! Se inscreva em nossas redes sociais:

 

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.