Home6 motivos que farão preço do Bitcoin dobrar em 2020

6 motivos que farão preço do Bitcoin dobrar em 2020

três moedas de bitcoin

Depois de uma desvalorização de cerca de 16% em novembro, o preço da primeira criptomoeda registra um acumulado de quase 1% nessa primeira semana de dezembro e atualmente está sendo negociado por US$ 7.570, mas já chegou a atingir os US$ 7.800.

O estrategista sênior de commodities da Bloomberg Intelligence, Mike McGlone, declarou que 2019 foi o ano da transição do Bitcoin para o ouro. Esse processo de maturação, ele diz, continuará a ser visto conforme houver uma redução da volatilidade.

Semelhante ao ouro, o Bitcoin também tem encarado uma tendência de baixa, disse McGlone no relatório Crypto Outlook da Bloomberg para este mês. Ele destaca o preço de US$ 6.500 como um nível chave, um importante suporte para a principal criptomoeda do mundo.

Em sua opinião, o analista da bloomberg diz que há maiores chances do preço do Bitcoin superar a alta de 2019 do que voltar a cair para US$ 3.360. Mike McGlone explica que uma baixa para um nível tão baixo é improvável porque o Bitcoin já diminuiu 50% em relação a alta de 2019, “o que limitará novas baixas”.

Para 2020, uma importante resistência está no nível de preço dos US$ 10.000, mas ultrapassar essa resistência deve ser apenas uma “questão de tempo”, especialmente se o ouro continuar avançando conforme o esperado.

De acordo com McGlone, existem muitos ventos favoráveis, que tornam o Bitcoin capaz de dobrar de valor em 2020.

Volatilidade

Para o analista da Bloomberg, a volatilidade dos preços do Bitcoin continuará caindo no próximo ano, marcando a mudança de uma tendência de baixa para uma tendência de alta. Na última vez que o a volatilidade diminuiu sinalizou o início da alta que levou ao pico de 2017.

“A baixa histórica de volatilidade em 180 dias (41% em outubro de 2015) deve ser vista no próximo ano”, diz o documento.

O crescente interesse institucional a mídia, as possibilidades de negociações de como contratos futuros e opções, estão contribuindo para o processo de maturidade do mercado.

Halving

O Bitcoin, segundo o relatório, continuará se valorizando por causa do importante sistema de redução da oferta de novas moedas no mercado, o halving. O Bitcoin tem uma oferta limitada de 21 milhões e acontecerá a terceira redução da recompensa, que reduzirá a taxa de inflação de 3,70% para 1,80%.

Adoção

Entre as criptomoedas, talvez por ser a primeira, o Bitcoin está muito a frente das outras em relação a adoção que, combinada com a escassez do ativo, favorece a valorização dos preços. O fato de a maioria das altcoins ser muito volátil aumenta ainda mais o interesse pelo Bitcoin.

Além disso, embora reste apenas 17% da oferta total de Bitcoin a ser minerado, o número de ativos de criptomoedas ​​mais que dobrou apenas em 2019.

Bitcoin igual ao ouro

O analista da Bloomberg acredita que as negociações de Bitcoin se igualará ao do ouro.

Há uma grande expectativa de alta para o Bitcoin no longo prazo e isso se assemelha com a valorização que o metal precioso também tem registrado.

Tether

Além do Bitcoin, o Tether é outra criptomoeda de destaque do mercado. Não se pode negar que o Tether impulsiona o Bitcoin.

O relatório diz que, embora a stablecoin tenha implicações positivas para o BTC, ele tem ramificações negativas para a maioria das outra criptomoedas. Aumenta o valor do Bitcoin como equivalente ao ouro e expõe a “falácia dos chamados criptos.

“O rápido aumento do valor de mercado do Tether está aumentando a desigualdade entre o Bitcoin e as altcoins.” Disse ele.

Yuan em baixa

Enquanto o Tether faz o Bitcoin subir, a depreciando do Yuan também influencia positivamente o preço do BTC. Da 16ª posição no final de 2017, o Tether subiu para a quarto maior criptomoeda e isso foi resultado de “uma desvalorização de quase 8% no yuan chinês e recuo de 80% no índice Bloomberg Galaxy Crypto. ”

O analista também acredita que o Bitcoin vai continuar conquistando o reconhecimento como o “ativo digital de reserva de valor independente”, assim como o ouro.

O aumento da tensão comercial, mostrando o crescimento econômico chinês, a desvalorização do yuan e a crise em Hong Kong são, na verdade, os “incentivos” a favor do Bitcoin.

Então enquanto se aproxima o final de 2019, 2020 aparenta mostra um horizonte otimista pela frente.

Veja também: Visa ajuda plataforma Ripio na evolução seus negócios

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin! Se inscreva em nossas redes sociais:

Tags:

Assine hoje nosso boletim informativo exclusivo !

Emails personalizados

Sem SPAM

Alt coin news

Cancele a inscrição quando quiser

Após a inscrição, de vez em quando, você também poderá receber nossas ofertas especiais por e-mail. Nunca iremos vender ou distribuir seus dados a terceiros. Veja a nossa política de privacidade aqui.