10% dos nós controlam 80% do BTC na Lightning Network

0 Comentários

A Lightning Network (LN) é tida por muitos como uma das soluções para o problema de escalabilidade da rede Bitcoin. Ela é uma solução de segunda camada, com um funcionamento em uma rede secundária que pode verificar e autenticar transações antes de elas entrarem para os blocos do Bitcoin. Com isso, as transações podem ser muito mais rápidas e com taxas menores. Mas alguns pesquisadores estão preocupados com a centralização da LN.

De acordo com uma pesquisa, a atual configuração de nós e canais da Lightning Network está se tornando cada vez mais centralizada, com múltiplos polos sendo formados em toda a rede. Vale mencionar que a pesquisa ainda não foi revisada, por isso pode conter informações que não refletem exatamente a situação da Lightning.

Um time de acadêmicos da Suíça, França, Itália e Canadá foram os autores da pesquisa. Jian Hong-Lin e Kevin Primicerio conduziram a análise enquanto outros profissionais foram responsáveis por desenvolver a pesquisa. Um dos responsáveis pelo desenvolvimento foi Christian Decker, um dos pesquisadores da Blockstream Inc. companhia responsável pela Lightning Network.

A equipe que realizou a análise juntou dados de um período de 18 meses, que foi de janeiro de 2018 até julho de 2019. Os pesquisadores analisaram a rede de pagamento em termos de distribuição de nós e dinheiro.

 

Comprar Ethereum no Brasil – Método Fácil

 

Segundo a pesquisa, eles descobriram que a rede está mostrando altos coeficientes de Gini, tanto nos nós quanto na centralização do dinheiro. Notavelmente, os valores do índice aumentaram quando mais nós foram adicionados.

A distribuição de Bitcoin entre todos os nós da blockchain estão completamente desproporcionais, segundo a pesquisa. O índice de Gini apontou para um valor de 0.88, o que quer dizer que 10% da rede é responsável por manter 80% de todo o Bitcoin na LN.

Com os resultados, a rede da Lightning Network foi determinada com sendo mais centralizada do que o esperado.

“Essa pesquisa sugere que a BLN (Bitcoin Lightning Network) está se tornando cada vez mais centralizada e cada vez mais compatível com uma estrutura de centro-periferia.”

Essa centralização é um problema porque abre a possibilidade de ataques nesses nós mais importantes, o que poderia derrubar toda a Lightning Network.

Mas sempre que falamos da LN é preciso lembrar que ela ainda está em estágio de testes e implementações. Sempre é descoberto algum problema, mas isso ajuda os desenvolvedores melhorar a programação da solução.

Além disso, existem outras pesquisas para resolver o problema de escalabilidade do Bitcoin, como é o caso do Taproot/Schnorr, que já foi aceito como uma proposta de melhoria da blockchain.

Veja também: IOTA planeja reativar sua blockchain no começo do março

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin! Se inscreva em nossas redes sociais:

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.