Homem compra casa com Bitcoin e lucra US$1,3 milhões com valorização da moeda digital

Enquanto o Bitcoin estrelou uma série de “histórias de horror” sobre fortunas perdidas, devido à sua “imprevisibilidade”, um homem da Califórnia teve muita sorte em sua recente compra da casa – e tudo graças à criptomoeda mais popular.

Em declarações à Bloomberg Markets, o CP da Bitpay, Sonny Singh, contou uma história intrigante como a volatilidade da Bitcoin acidentalmente ajudou um comprador em questão a levar uma casa com um lucro de aproximadamente US$ 1,3 milhões durante a troca da criptomoeda para dólares americanos.

Singh e sua empresa, a Bitpay, foram abordados recentemente por um desenvolvedor imobiliário que recebeu uma oferta de um potencial de um comprador que expressou uma preferência para pagar em Bitcoin. Depois de percorrer as peculiaridades da transação, as duas partes finalmente chegaram a um acordo para a propriedade, que era avaliada em cerca de US$ 4 milhões na época.

Leia também  HBO ofereceu US$ 250 mil em Bitcoin para hackers não divulgarem dados

Mas aqui está o feito: enquanto a criptomoeda valia apenas US$ 750 quando a transação foi originalmente iniciada, no final da transferência, o Bitcoin tinha subido para mais de US$ 1000, gerando um lucro de mais de um milhão de dólares.

“O comprador realmente acabou lucrando cerca de 25% na taxa de câmbio, essencialmente, na valorização”, disse Singh. “Ele tem uma casa praticamente 25% mais barata.”

Enquanto a criptomoeda permanece à beira da adoção mainstream devido a suas taxas instáveis, a tecnologia está gradualmente começando a fazer o seu caminho para as massas. Não muito tempo atrás, o Japão se tornou um dos primeiros países a introduzir um serviço que permite aos usuários pagar suas contas de serviços públicos no Bitcoin.

Via: The Next Web
Adaptação/Tradução: Guia do Bitcoin

Leia também  Serviço postal da Austrália utilizará aplicações Blockchain e governo apoia iniciativa

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *