HomeAgora será possível pagar contas de luz com Bitcoin no Japão

Agora será possível pagar contas de luz com Bitcoin no Japão

A empresa japonesa de serviços de bitcoin Coincheck anunciou hoje o Coincheck Denki, um recurso por meio do qual seus usuários poderão pagar suas contas de luz usando bitcoin. Essa forma de pagamento ainda dará descontos de até 6% nas contas para usuários mais assíduos.

O serviço, que deve estar disponível a partir de novembro, é fruto de uma parceria entre a Coincheck e a Marubeni Power Retail Corporation, empresa que opera uma série de usinas de eletricidade em 17 locais no Japão central. Esse será o primeiro recurso do tipo disponível no Japão; no país, contudo, regulamentação que visa reconhecer o Bitcoin como “dinheiro real” já está avançando.

Contas de utilidades

Pagar contas de energia com bitcoin, de acordo com a Coincheck, é apenas o primeiro passo. De acordo com o The Next Web, a empresa pretende construir outras parcerias que permitirão que usuários de sua carteira de bitcoins paguem também suas contas de gás, de água e até mesmo de internet móvel.

Segundo o Bitcoin.com, o pagamentos de contas de utilidades por meio de bitcoins é um dos principais objetivos da moeda virtual. Antes dessa parceria, alguns usuários da moeda já conseguiam utilizá-las para pagar contas; no entanto, esse processo exigia algum tipo de ferramenta externa, e não podia ser feito diretamente entre o usuário e a empresa.

Dinheiro virtual mas com valor Real

pagar-contas-deluz-com-bitcoin-japao

Como os bitcoins podem variar bastante de um dia para o outro, elas costumam ser usadas também como instrumento especulativo: investidores buscando maiores recompensas compram e vendem a moeda a fim de gerar lucros rápidos.

Um usuário ganha bitcoins por meio de transações ou ao usar máquinas para processar as transações do sistema, a chamada “mineração”, ou a resolução de blocos na rede. Embora teoricamente qualquer usuário com um computador potente possa usá-lo para gerar bitcoins, algumas pessoas ou empresas investem em estruturas massivas – as chamadas “minas de bitcoin” – para esse fim.

Sendo uma moeda virtual e sem nenhum vínculo com qualquer banco central, o bitcoin gera alguma controvérsia. No entanto, o seu status como “dinheiro real” vem sendo reconhecido nos últimos tempos. Mais recentemente, uma decisão judicial nos EUA abriu precedente para esse tipo de reconhecimento.

Via Olhar Digital

Etiquetas:

Assine o nosso boletim informativo exclusivo!

E-mails personalizados

Sem SPAM

Notícias sobre alt coins

Cancele a inscrição quando quiser

Após a inscrição, de vez em quando, você também poderá receber nossas ofertas especiais por e-mail. Nunca iremos vender ou distribuir seus dados a terceiros. Consulte a nossa Política de Privacidade aqui.