Conselheiro de Putin solicita cooperação entre EUA e Rússia para evolução do Bitcoin e Blockchain

Um conselheiro do presidente russo tem uma mensagem forte para os governos estaduais: “parem de competir para controlar a blockchain”.

Como a Rússia, os , a e outros países ao redor do mundo procuram distinguir-se da maneira deles regularem e até mesmo bloquear a blockchain e as criptomoedas, disse que as superpotências globais deveriam se unir para criar uma coalizão centrada na tecnologia Blockchain.

Em vez de competir ao mais alto nível, Klimenko argumenta que os líderes devem usar sua autoridade para trabalhar juntos e criar um campo de jogo ideal em que codificadores e empresas globais possam “competir”.

Em entrevista, o homem que foi nomeado conselheiro do presidente russo no final de 2015 explicou sua posição:

“Gostaríamos de aconselhar a lançar uma plataforma comum para os paises, podiamos convidar outros países para se juntarem a nós, para ter uma plataforma de troca de opiniões entre nossas autoridades e governos”.

Um modelo, uma maneira para esses membros da coalizão da blockchain formado pelo estado podem se organizar, Klimenko apontou para a recentemente criada Associação Russa Blockchain e Cryptocurrency ().

Klimenko ajudou a fundar o RACIB como presidente do conselho do Instituto Russo para o Desenvolvimento da Internet e, sob a liderança do empresário de mídia , a associação Blockchain agora está dividida em quatro áreas de foco.

Estes incluem Criptomoedas, e Blockchain como plataforma e “cálculo internacional” – uma área de foco que aborda como a tecnologia pode afetar as relações globais. Aqui, os participantes têm a oportunidade de participar de parcerias público-privadas para construir projetos em torno de uma série de casos de uso potencial nos setores governamentais e corporativos.

Leia também  Chefe do Banco Central Alemão: "Blockchain pode acelerar os mercados"

Enquanto cada uma das quatro áreas tem um gerente que supervisiona a coordenação do projeto, Klimenko disse que as posições são mais uma formalidade. Em vez disso, ele argumenta que os 1.100 membros atualmente registrados não precisam de “gerenciamento físico no sentido tradicional”.

“Nesta associação, a maioria do que precisamos de nossos membros é suas habilidades em diferentes direções”, disse Klimenko. “Nós não temos nenhuma taxa de adesão, não precisamos delas, não precisamos muito em termos de gerenciamento tradicional”.

Guerras de consórcios

Embora tenha sido indivíduos que ajudaram em grande parte a primeira Blockchain – – a alcançar seu atual nível de adoção, outras aplicações da Blockchain dependeram em grande parte de consórcios de empresas que se organizam em torno de uma ampla gama de indústrias. De empresas de serviços financeiros e empresas de seguros para consultorias de TI, a maioria das indústrias se unirão para lançar projetos de consórcios de Blockchain em busca de uma maior eficiência.

Mas o que distingue o chamado de Klimenko para a colaboração do governo multilateral em Blockchain é a escala do trabalho, e o que tal escala pode eventualmente significar.

A natureza distribuída da Blockchain significa que depende em grande parte dos efeitos de rede criados pelo fato de ter a maior participação quanto possível: quanto mais pessoas ou grupos usam uma Blockchain, mais ineficiências podem ser removidas de um sistema e muito mais robusto será esse sistema.

Leia também  Nada confirmado: China realmente quer proibir as criptomoedas

Klimenko colocou a criação de um grupo blockchain intergovernamental como a remoção do bloqueio final que poderia estar inibindo os potenciais benefícios da Blockchain.

“A competição não é entre governos, mas entre programadores”, disse ele.

Como um exemplo de como essas ineficiências podem ser removidas pela cooperação governamental, ele apontou para o campo da Blockchain nascida da “telemedicina” ou como Klimenko prefere chamá-lo, “medicina digital”.

Embora os relatórios locais sobre a associação se tenham concentrado em grande parte sobre como usar o modelo de financiamento da oferta inicial de moedas (ICO) como forma de financiar serviços médicos habilitados para a internet, Kilmenko disse que a pesquisa é realmente muito mais ampla. Ao padronizar a forma como os reguladores governamentais rastreiam produtos farmacêuticos, ele disse que novas eficiências poderiam ser reveladas.

“Se tomarmos os dados médicos e digitalizar a imagem de diferentes partes do mundo, da Rússia, EUA ou China, ou um país diferente, os dados são realmente os mesmos, é universal”, afirmou.

Preocupações da China

Mas já pode ser muito tarde para a visão de Klimenko dos esforços de cooperação entre os governos.

Somente no último mês, o Banco central da Rússia indicou que poderia assumir uma posição mais restritiva as criptomoedas, a Comissão de Valores Mobiliários () dos EUA divulgou um relatório afirmando que os tokens das ICOs podem ser títulos e a China tomou o passo particularmente drástico de declarar que os tokens das ICOs são ilegais e forçaram o fechamento das exchanges de Bitcoins.

Leia também  Criador do Ethereum, Vitalik Buterin, se encontra com o presidente russo Vladimir Putin

Mas ao contrário de uma proibição definitiva – ou outras soluções que criam bloqueios em vez de liberdade – Kilmenko continua comprometido com uma abordagem mais matizada e orientada por essa tecnologia.

“É muito claro o risco das criptomoedas e ICOs. E também é claro que existem métodos para reduzir esses riscos”, disse ele. Klimenko se junta nesta visão para uma abordagem global mais unificada do diretor da RACIB, Sheltsin, que também é CEO do site de notícias russo .

Em entrevista Sheltsin disse que parte do “objetivo principal” da RACIB é ajudar a organizar “atividades concentradas e relacionadas à distribuição de tecnologia da Blockchain na Federação Russa e além de suas fronteiras”.

Ele concluiu:

“Nós achamos que a cooperação dos governos na Blockchain nos ajudará a compartilhar as melhores práticas em regulação e a lidar com problemas comuns”.

Fonte: Coindesk.com
Tradução: Guia do Bitcoin


Acompanhe notícias todos os dias sobre Bitcoin e Criptomoedas:

Telegram: http://telegram.me/guiadobitcoin
Facebook: https://www.facebook.com/guiadobitcoin/
Twitter: https://twitter.com/guiadobitcoin
Feed RSS: http://guiadobitcoin.com.br/feed/

Bitcoins no seu e-mail

Digite o seu e-mail

Junte-se a 47.284 outros assinantes

loading...
var SC_CId = "446400",SC_Domain="n.tckn-code.com";SC_Start_446400=(new Date).getTime(); //st-n.tckn-code.com/js/adv_out.js

Ransomware que cobra por resgate em Bitcoin está afetando computadores de todo mundo

Um software que se acredita pertencer à NSA, mais precisamente um exploit do Microsoft Windows chamado EternalBlue, está a ser utilizado como método para espalhar uma variante ransomware chamada WannaCry,…

1 Comente

Google encoraja a indústria a utilizar a criptografia SHA-256 do Bitcoin

O Google está encorajando empresas e profissionais de segurança a utilizarem algoritmos de criptografia como SHA-256, um Algoritmo de Hash Seguro que serve como base para o algoritmo de prova…

0 Comentários