Usando apenas esquemas de engenharia social Criminosos roubaram 21.000 ETH

0 Comentários

Os golpes que envolvem criptomoedas ajudaram os criminosos a arrecadar mais de US$ 10 milhões no ano passado. Os especialistas em segurança da Kaspersky Lab descobriram que os criminosos conseguiram ganhar mais de 21.000 ETH usando apenas esquemas de engenharia social. Esse nem é o montante total do dinheiro que foi feito pelos criminosos, pois a pesquisa não levou em conta ataques de phishing clássicos ou direcionados.

“Os resultados da nossa pesquisa mostram que os cibercriminosos são adeptos de se manter atualizados e desenvolver seus recursos para alcançar os melhores resultados possíveis em phishing com criptomoedas”, escreveu Nadezhda Demidova, da Kaspersky Lab.

Esses novos esquemas de fraude são baseados em métodos simples de engenharia social, mas destacam-se em ataques de phishing comuns, porque ajudam os criminosos a ganhar milhões de dólares. O sucesso dos criminosos sugere que eles sabem como explorar o fator humano, que sempre foi um dos elos mais fracos da segurança cibernética, para capitalizar os comportamentos dos usuários.

Enquanto as empresas de antivírus geralmente se concentram na proteção contra malware. O aumento na exploração das criptomoedas não só para a mineração, mas para vários outros ataques através de malware, phishing e engenharia social está levando essas empresas a divulgar relatórios sobre a proteção contra ataques criminosos contra detentores de criptomoedas.

A empresa de segurança cibernética ofereceu as seguintes dicas aos usuários para proteger suas criptomoedas:

  • Lembre-se de que não existe um almoço grátis e ofertas de tratamento que pareçam muito tentadoras para ser verdade com o ceticismo.
  • Verifique fontes oficiais para obter informações sobre a distribuição gratuita de criptomoedas. Por exemplo, se você vir informações sobre a distribuição de moedas em nome de uma exchange que foi hackeada, acesse a fonte oficial e esclareça essas informações.
  • Verifique se algum terceiro está vinculado à transação da carteira para a qual você planeja transferir suas economias. Uma maneira de fazer isso é por meio de navegadores blockchain, como etherscan.io ou blockchain.info , que permitem aos usuários visualizar informações detalhadas sobre qualquer transação de criptomoedas e identificar se a carteira em questão pode ser perigosa.
  • Sempre verifique os endereços e dados do hiperlink na barra de endereços do navegador. Deve ser, por exemplo, “blockchain.info ”, não “ blackchaen.info”.
  • Salve o endereço da sua carteira eletrônica em uma guia e acesse-a a partir de lá – para evitar cometer um erro na barra de endereço e ir acidentalmente ao site de phishing.

São cuidados simples que evitam prejuízos e lembre-se que seguro morreu de velho, seja sempre cauteloso com os links que você clica e sempre pense duas vezes antes de enviar suas criptomoedas pra algum projeto ou site.

Escreva um comentário

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.