União Europeia pode estar considerando lançar criptomoeda própria

0 Comentários

Não é segredo para ninguém que a Libra em enfrentado uma grande oposição junto das autoridades regulatórias de todo o mundo.

A empresa de mídia social disse em junho que planejava lançar sua moeda digital Libra no próximo ano.

Mas a França e a Alemanha disseram em meados de setembro que a Libra representava riscos para o setor financeiro e apoiaram o desenvolvimento de uma alternativa pública.

Assim com a China, outros países estão respondendo à ameaça das stablecoins tentando lançar suas próprias moedas estatais.

Até mesmo a União Europeia está começando a considerar essa possibilidade, com um texto preliminar para um projeto financeiro que envolve as criptomoedas.

O texto preliminar da União Européia, o qual a Reuters teve acesso nessa terça-feira, pede para que o bloco econômico passe a desenvolver uma abordagem comum para as criptomoedas, incluindo possivelmente a proibição de projetos considerados de alto risco.

Na sua forma atual, o documento – que poderia ser adotado pelos ministros das Finanças da UE no próximo mês – escalaria uma campanha regulatória da UE contra as criptomoedas, que até agora foram regulamentadas apenas parcialmente em alguns estados da UE.

“O BCE (Banco Central Europeu) e outros bancos centrais da UE poderiam explorar de maneira útil as oportunidades e os desafios da emissão de moedas digitais do banco central, inclusive considerando medidas concretas para esse efeito”, disse o projeto, preparado pela presidência finlandesa da UE, o texto está sujeito a possíveis alterações.

Moedas digitais como Libra – também conhecidas como stablecoins – geralmente são apoiadas por dinheiro tradicional e outros títulos, enquanto as moedas chamadas de cryptomoedas, como o Bitcoin, possuem o seu valor atrelado à oferta e demanda. Porém, apesar da distinção nos nomes e na foram de calcular os preços, ambos são criptomoedas.

O projeto de texto pode ser discutido pelos ministros das Finanças da UE na sexta-feira, de acordo com a agenda dessa reunião, com reunião em relação à sua adoção na próxima reunião em 5 de dezembro.

O membro do conselho do BCE, Benoit Coeure, disse em setembro que o banco deveria “intensificar” seu pensamento sobre uma moeda digital pública.

Como comprar Ripple no Brasil

Um funcionário do BCE disse que, em sua versão mais ambiciosa, o projeto poderia permitir que os consumidores usassem dinheiro eletrônico, que seria depositado diretamente no BCE, sem a necessidade de contas bancárias, intermediários financeiros ou contrapartes compensadoras.

Agora, todos esses intermediários são necessários para processar pagamentos digitais, mas podem não ser mais se o BCE assumir suas funções, reduzindo os custos de transação. Mas isso levanta desafios técnicos, e a provável a oposição dos bancos.

Até o Facebook lançar a proposta para o projeto Libra em junho (que por enquanto está bem difícil de tirar do papel), os reguladores haviam ignorado amplamente as stablecoins por causa de seu pequeno tamanho.

A maior Stablecoin é o Tether, que quando analisamos a capitalização de mercado, é bem menor que o Bitcoin.

Mas o alcance potencialmente enorme de Libra – que poderia ser usado por bilhões de usuários do Facebook – assustou os reguladores.

Veja também: Stellar anuncia queima de 55 bilhões de tokens e preço da moeda reage

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin! Se inscreva em nossas redes sociais:

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.