Sony e Fujitsu criam plataforma na blockchain para combater diplomas falsos

0 Comentários

A multinacional japonesa Sony, uma das maiores empresas do mundo, e a Fujitsu criaram um banco de dados criptografados para validar documentos de proficiência academica. As informações são do site Asahi Shimbun.

O banco de dados utilizará a tecnologia de blockchain e será usado para evitar falsificação de documentos de proficiência em línguas. Segundo a notícia, é comum que estrangeiros falsifiquem esses documentos para conseguir residência de estudos no Japão.

Estudantes estrangeiros precisam enviar um certificado de proficiência para o Departamento de Imigração antes de receber a permissão de estudar no Japão. Esses certificados podem ser emitidos por instituições educacionais japoneses em outros países.

Cópias ilegais dos certificados foram supostamente encontradas em diferentes países. Segundo o Asahi Shimbun, os estudantes sem as qualificações necessárias na língua japonesa podem enfrentar muitas dificuldades no dia-a-dia.

As duas empresas criaram a plataforma combinando o sistema de aprendizado online da Fujitsu com uma blockchain desenvolvida por uma subsidiária da Sony, a Sony Global Education Inc. Ao usar a plataforma, as escolas de línguas poderão comparar certificados com os dados registrados na blockchain (que é imutável e à prova de fraudes) para verificar a validade dos documentos.

Sony e Fujitsu vão testar a plataforma em março antes de lançar para uso real em abril. O teste vai ser realizado na Human Academy Co., que administra escolas de línguas em Osaka, Saga e Tóquio.

Essa não é a primeira vez que instituições de ensino usam a tecnologia de blockchain para combater a falsificação de documentos e diplomas. O governo maltês anunciou recentemente que todas as certificações das universidades do país, públicas ou privadas, serão armazenadas com tecnologias de blockchain.

Esse é apenas mais um exemplo de como a blockchain é uma tecnologia disruptiva e que pode ser capaz de ajudar diversas entidades e sociedades, muito além das criptomoedas.

Veja também: Coinbase quebra as próprias regras ao listar o XRP!

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.