Ripple faz parceria com gigante Árabe de transações internacionais

0 Comentários

O Ripple continua colecionando mais boas notícias sobre a sua adoção no mercado mundial. Depois do Coinbase anunciar que está explorando a possibilidade de usar o XRP, agora é a vez de uma grande instituição financeira se unir à moeda para desenvolver soluções de tecnologia com a blockchain.

Uma das maiores firmas das transferências monetárias internacionais dos Emirados Árabes, a UAE Exchange, da Finablr, está trabalhando junto com a equipe do Ripple para lançar uma plataforma de pagamentos com base na blockchain para todo o continente asiático. A previsão de lançamento é para o primeiro trimestre de 2019.

De acordo com informações do Reuters, o CEO da Finablr Promoth Manghat disse que espera que a plataforma inicie suas atividades com suporte de “um ou dois bancos da Ásia” usando pagamentos baseados na rede da RippleNet.

Leia também  BitPay lança cartão de débito de Bitcoin em parceria com a VISA

O continente asiático foi um dos maiores recebedores de transferências internacionais no último ano. E considerando que nos Emirados Árabes muitos trabalhadores são asiáticos que mandam suas economias para a família no país de origem, dá para entender que a plataforma feita com ajuda da Ripple pode beneficiar pessoas em todos os níveis financeiros e não só as grandes instituições.

Ainda na entrevista à Reuters, Promoth disse “A blockchain é muito promissora para a indústria, mas ainda há muito progresso a ser feito antes dela se tornar comum no mercado”.

A UAE Exchange escreveu em seu site que está associada a mais de 140 bancos e está presente em 31 países, e ainda assim está adotando a blockchain de forma lenta e progressiva. A colaboração com o Ripple foi anunciada ainda em fevereiro, inicialmente para diminuir os custos e dificuldades das transações internacionais.

Leia também  Agora você pode comprar imóveis com bitcoins

Além do novo empreendimento com UAE, o Ripple também está se unindo a diversas outras instituições financeiras do mundo inteiro. Recentemente ele fez parceria com o grupo CIMB, da Malásia, a Exchange Coinone da Coréia do Sul e com a gigante bancária dos EUA PNC.

As transações internacionais são grande parte do mercado financeiro e espera-se um aumento para os próximos anos com cada vez mais imigrantes enviando suas economias para os seus países de origem.

Veja também: Ripple, NEM e outros lançam uma associação de blockchain na União Europeia

Escreva um comentário

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.