Relatório da União Européia diz que uso de criptomoedas pelo crime organizado é “raro”

Um recém-lançado da Comissão Européia sugere que há relativamente pouco uso de moeda virtual entre os grupos do crime organizado.

Chamando casos de crime organizado relacionados as criptomoedas de “bastantes raros”, o relatório foi enviado no final de junho da Comissão Européia (o braço executivo da ) para a legislatura do bloco, bem como seu corpo de líderes nacionais e foi publicado no dia 4 de julho.

Os autores do relatório argumentaram que as limitações tecnológicas – especialmente a falta de “especialização” – estão por trás das aparentes baixas taxas de uso.

Eles concluíram:

“Embora eles possam ter uma alta intenção de usar devido a características de do anonimato em particular das criptomoedas, o nível de capacidade é menor devido a alta tecnologia necessária “.

Em última análise, os autores argumentam que a falta de um quadro legal a nível da UE cria vulnerabilidades na frente do monitoramento de transações.

Leia também  Banco Central da Rússia propõe classificar o Bitcoin como um "bem digital" e regulamentar seu uso

Via: Coindesk
Tradução: Guia do Bitcoin

loading...
var SC_CId = "446400",SC_Domain="n.tckn-code.com";SC_Start_446400=(new Date).getTime(); //st-n.tckn-code.com/js/adv_out.js

Nos EUA, exchange de Bitcoin recebe aprovação da Comissão de Negociação de Futuros de Commodities

Em um movimento que pode surpreender muitos no mundo das criptomoedas, a Comissão de Negociação de Futuros de Commodities (CFTC) anunciou que a exchange LedgerX recebeu oficialmente o status de…

0 Comentários

Bitcoin continua sendo a maior esperança para os Venezuelanos

  Não é segredo que a Venezuela está vivendo um caos econômico. O país notoriamente tentou acabar com a corrupção (a lá Índia em novembro de 2016), removendo a nota de  100…

2s Comentários