Relatório da União Européia diz que uso de criptomoedas pelo crime organizado é “raro”

Um relatório recém-lançado da Comissão Européia sugere que há relativamente pouco uso de moeda virtual entre os grupos do crime organizado.

Chamando casos de crime organizado relacionados as criptomoedas de “bastantes raros”, o relatório foi enviado no final de junho da Comissão Européia (o braço executivo da União Européia) para a legislatura do bloco, bem como seu corpo de líderes nacionais e foi publicado no dia 4 de julho.

Os autores do relatório argumentaram que as limitações tecnológicas – especialmente a falta de “especialização” – estão por trás das aparentes baixas taxas de uso.

Eles concluíram:

“Embora eles possam ter uma alta intenção de usar devido a características de do anonimato em particular das criptomoedas, o nível de capacidade é menor devido a alta tecnologia necessária “.

Em última análise, os autores argumentam que a falta de um quadro legal a nível da UE cria vulnerabilidades na frente do monitoramento de transações.

Leia também  Bitcoin e Criptomoedas serão os catalisadores de "perturbações maciças" nos mercados financeiros.

Via: Coindesk
Tradução: Guia do Bitcoin

loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *