Quando ninguém queria seus Bitcoins – A História do Bitcoin parte 12

3s Comentários

Se alguém chegar e dizer que quer te oferecer Bitcoins por algum objeto, dificilmente você não aceitaria.  Principalmente se fossem quantidades de 200 ou 1000 BTC. Mas a quase 10 anos atrás, essa história era bem diferente. Quem tinha bitcoins não conseguia comprar nada com eles.

Essa é mais uma parte da História do Bitcoin, que estamos publicando com base nos artigos da Bitcoin.com.

Quando ninguém queria Bitcoins

Hoje, o bitcoin é tão precioso que seus usuários tendem a guardar suas chaves de acesso às carteiras em cofres, carteiras hardware de alta segurança e em alguns casos até caixas fortes de baixo de montanhas (Isso é verdade).

Mas as coisas nem sempre foram assim. Nos primeiros dias da história do Bitcoin, a criptomoeda era considerada tão indesejável que você teria dificuldade em gastá-lo com qualquer objeto. Trocar Bitcoin por dólar? Isso estava fora de questão.

Os bitcoins que hoje em dia são negociados por milhares de dólares e são tão cobiçados, eram os mesmos Bitcoin que em 2010 estavam tendo dificuldades para serem trocados de mãos.

Assim como o ouro é precioso em nossa realidade, mas seria uma rocha sem valor caso o planeta fosse feito de ouro, quando o Bitcoin era fácil de minerar e havia poucas maneiras de usá-lo, trocá-lo – por qualquer coisa – era praticamente impossível.

Tentando comprar algo com Bitcoins

A maioria dos bitcoiners, mesmo aqueles que entraram no mercado muito depois, se lembram de Laszlo Hanyecz. Ele é o cara que concluiu a primeira compra registrada de mercadorias com criptomoeda, quando comprou duas pizzas da Papa John’s por 10.000 BTC em maio de 2010.

Apesar de esse momento, chamado de “Bitcoin Pizza Day”, ter sido um marco para a história do criptomercado. Na época, o seu efeito foi quase nulo. Afinal, mesmo depois de comprar pizas com Bitcoin, a criptomoeda ainda tinha dificuldade em ser adotada pelos comerciantes.

No dia 15 de junho de 2010, três semanas após a conclusão da transação da pizza, Laszlo tentou concluir outra compra com BTC, desta vez por algo menos comum – uma câmera.

“Eu estaria disposto a pagar uma combinação de bitcoins e USD por um equipamento fotográfico compatível com a Canon usado. Lentes, filtros e outros”, escreveu Laszlo no fórum Bitcointalk. “Se alguém estiver querendo vender esse tipo de coisa, me avise.”

A sua thread no fórum foi recebida em silêncio.

“Ainda estou interessado nisso, se alguém tiver lentes e quiser converter em dinheiro/bitcoins”, acrescentou Laszlo um mês depois.

Ninguém respondeu.

A atualização de Laszlo em seu próprio post foi feita apenas 3 dias antes do nascimento da Mt.Gox, a exchange que levaria o Bitcoin do anonimato para a primeira explosão do preço.

E, no entanto, por incrível que pareça hoje, o Bitcoin era tão desconhecido e não apreciado, exceto por alguns usuários, que se livrar de suas moedas em meados de 2010 era praticamente impossível.

Um mês antes da falha na tentativa de compra de equipamentos fotográficos de Laszlo, e dois dias antes da sua compra de pizzas ser concluída, alguém tentou criar um mecanismo para trocar Bitcoin por mercadorias.

“Estou aceitando Bitcoins para [o jogo online] A Tale in the Desert”, escreveu o usuário do fórum chamado Teppy. “Um jogador diz ao cliente do jogo que ele deseja se inscrever. Eu crio um endereço e digo a ele ‘Envie 2000 BTC para [endereço]’ e, quando os Bitcoins aparecerem, credito seu mês de jogo.”

Assim como Laszlo, Teppy sofreu para gerar interesse em sua proposta, e não está claro se A Tale in the Desert chegou a ter qualquer inscrição feita com Bitcoins.

Hoje, temos um cenário completamente diferente. O Bitcoin vale tanto que os usuários preferem não gastar, mesmo tendo várias oportunidades.

Veja também: A primeira grande perda de Bitcoins – A História do Bitcoin Parte 11

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin! Se inscreva em nossas redes sociais:

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.