Presidente da Rússia demonstra interesse no maior rival do Bitcoin, o Ethereum

Ethereum, a segunda maior criptomoeda, atrás apenas do , chamou a atenção de Vladimir Putin como uma ferramenta potencial para ajudar a Rússia a diversificar sua economia para além do petróleo e gás.

Putin conheceu o fundador da Ethereum Buterin, na semana passada e apoiou seus planos de estabelecer contatos com parceiros locais afim de implementar a blockchain na Rússia.

“A economia digital não é uma indústria separada, é essencialmente a base para a criação de novos modelos de negócios”, disse Putin no Fórum Econômico de São Petersburgo, ao discutir meios para impulsionar o crescimento da economia a longo prazo depois que a Rússia encerrou sua pior recessão em duas décadas.

As moedas virtuais podem ajudar a economia ao fazer transações acontecerem de forma mais rápida e segura. Além de ser um método de troca, a Ethereum também pode servir como um livro-razão para tudo, desde contratos de moeda até direitos de propriedade, acelerando negócios cortando intermediários.

O banco central da Rússia já implantou uma cadeia de blocos baseada em Ethereum como um projeto piloto para processar pagamentos on-line e verificar dados de clientes com credores, incluindo Sberbank PJSC, disse a vice-governadora Olga Skorobogatova no evento de São Petersburgo. Ela não descartou o uso de tecnologias Ethereum para o desenvolvimento de uma moeda virtual nacional para a Rússia.

Leia também  ALTCOINS: Fique ligado, algumas moedas serão excluídas da Poloniex

Na semana passada, o banco de desenvolvimento estadual da Rússia, VEB, concordou em começar a usar Ethereum para algumas funções administrativas. Steelmaker Severstal PJSC testou a cadeia de blocos Ethereum para transferência segura de cartas de crédito internacionais.

“A Blockchain pode ter o mesmo efeito nas empresas como teve o surgimento da internet – mudaria os modelos de negócios e eliminaria intermediários como agentes de custódia e funcionários”, disse Vlad Martynov, conselheiro da The Ethereum Foundation, organização que apoia a criptomoeda. “Se a Rússia o implementar primeiro, ganhará vantagens semelhantes às que os países ocidentais fizeram no início da era da Internet”.

Fonte: bloomberg.com

Adaptação/Tradução: Guia do Bitcoin

Comentários

Comentários

1 comentário


  1. Estão a confundir os termos. A moeda virtual chama-se Ether. Depois tem uma plataforma de contratos inteligentes, que este sim chama-se etherium

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *