Preço do Bitcoin bate recorde na Argentina

1 Comente

Inflação Argentina

Por causa da inflação desenfreada na Argentina, o Bitcoin alcançou uma forte valorização em comparação com a moeda local, o peso argentino, informou o Financial Times.

Atualmente, os argentinos estão pagando cerca de 394 mil pesos por 1 BTC, ou seja, mais do que em dezembro de 2017.

“Se um argentino em 2017 comprou Bitcoin no ponto mais alto da “maior bolha da história”, hoje ele pode vender e terá mais dinheiro agora do que quando gastou pra comprar na alta de 2017 “, disse um trader ao jornal.

O preço do peso argentino só tem desvalorizado ante o dólar:

Vale destacar que a taxa de inflação no país ultrapassou os 55%:

Portanto, com a crescente inflação de dois dígitos e na rápida desvalorização da moeda nacional, o Bitcoin pode ser um meio eficaz de preservar o valor.

Vale destacar que os argentinos estão usando intensamente a plataforma LocalBitcoins para comprar Bitcoin:

Leia mais: Desenvolvedor do Bitcoin Cash nega ataque de 51%

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.