Político russo propõe que banco central siga liderança do Japão para legalizar o Bitcoin

2s Comentários

Boris Titov é um político russo e o comissário presidencial para os direitos dos empresários. Em uma carta ao chefe do banco central russo Elvira Nabiullina, ele propôs que o banco siga o modelo japonês na de moedas digitais como o e Ether, informou o jornal comercial russo Vedomosti na sexta-feira.

Banco Central da aprende com modelo japonês

Titov apontou que o Japão reconheceu a moeda digital como um meio de pagamento, não como dinheiro. Ele descreveu três resultados da regulamentação japonesa aplicável à Rússia.

Em primeiro lugar, as exchanges de agora estão reguladas no . Eles são obrigados a se registrar junto ao , bem como a implementar medidas rigorosas de combate ao branqueamento de capitais (AML) e conhecer as medidas de “conheça o seu cliente” (KYC). Por exemplo, eles devem monitorar e relatar regularmente atividades suspeitas às autoridades, explicou Titov.

Leia também  Criptomoedas na Venezuela (Dash Dinheiro Digital)

Em segundo lugar, ele observou que os regulamentos são à gestão de ativos e as bolsas estão sujeitas a auditoria regular pelas autoridades financeiras. Isso é para proteger os clientes que utilizam criptomoedas.

“O Japão também introduziu procedimentos para lidar com reivindicações”, acrescentou.

Em terceiro lugar, ele disse que o Japão retirou o IVA (tipo de imposto) sobre as compras e vendas de moeda digital. No entanto, ele observou que a Agência Nacional de Impostos do Japão ainda não esclareceu como lidar com o imposto sobre o rendimento ou o imposto sobre as transações incidentes em moeda digital.

A Rússia está indecisa sobre como tratar as criptomoedas

Atualmente, o Ministério das Finanças da Rússia e o banco central estão discutindo se a moeda digital deve ser regulada. O Ministério das Finanças prometeu apresentar propostas ao governo em um “futuro próximo”, reiterou Vedomosti.

Leia também  Alternativa: Fundos de proteção estão comprando as dívidas de Bitcoin da Mt Gox

O deputado do Banco Central da Rússia, Olga Skorobogatova, propôs que as criptomoedas fossem consideradas como bens digitais com o objetivo de monitorar e reportar impostos.

Enquanto isso, o ministro das Finanças, Alexei Moiseev, disse no início de junho que o regulamento de criptomoedas será semelhante à regulamentação dos derivativos.

Enquanto a Rússia não decidiu como tratar as criptomoedas, Aksakov disse que as discussões estão em andamento sobre a terminologia e definição de criptomoedas.

Respondendo à proposta de Titov, Nikolai Legkodimov, parceiro da KPMG, “está confiante de que a Rússia poderá adaptar com sucesso o modelo japonês”, escreveu Vedomosti. Ele então observou que a regulamentação pode ser atraente para a indústria da .

Via: News Bitcoin
Tradução: Guia do Bitcoin