Parceria entre Polícia federal e FBI apreende “hardware wallet” de estrangeiro no Brasil

1 Comente

mala com dinheiro

A Polícia Federal do Brasil em parceria com o FBI dos Estados Unidos prendeu vários suspeitas de administrar o site de notícias darknet, Deep Dot Web. Eles são acusados ​​de facilitar o acesso dos usuários aos mercados darknet, onde produtos proibidos são vendidos. Segundo os investigadores, essas pessoas ganharam milhões de dólares por divulgar links para domínios .onion onde havia negociações de produtos ilegais.

Atualmente o site DeepDotWeb tem um aviso que mostra que foi fechado pelo FBI de acordo com a ordem emitida pelo Ministério Público do Distrito Oeste da Pensilvânia. Diz ainda que a operação foi realizada com a participação da Europol, que coordenou as ações do lado dos países europeus.

A polícia de Tel Aviv também esteve envolvida na operação e realizou duas prisões. Um suspeito foi detido diretamente na capital de Israel, o segundo – em Ashdod. Detenções também foram feitas na França, Alemanha e Holanda e Brasil.

A conta no Twitter da Polícia Federal divulgou informações sobre a operação, explicando alguns detalhes da ação conjunta das polícias que na busca conseguiu apreender dispositivos para guarda de criptomoedas “hardware wallets”, R$ 200mil em dinheiro e a prisão de um dos administradores do site, que foi preso em Brasília, onde estava morando.

Vale destacar que o ministro da justiça Sergio Moro também utilizou a rede social para divulgar a operação. Veja abaixo:

Leia mais: Binance: Saiba tudo sobre o ataque hacker e o roubo de 7000 BTCs

Escreva um comentário

1 Comentário

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.