Segundo pesquisa 31% dos trabalhadores sul-coreanos tem investimentos em criptomoedas

cidade coreia do sul e bandeira

Os dados da pesquisa mostram que cerca de três em cada 10 trabalhadores sul coreanos investiram em de alguma forma.

Na quarta-feira, o portal de emprego on-line Saramin entrevistou 941 pessoas assalariadas na Coréia do Sul e 31,3% deles disseram ter investido em moedas digitais, com um médio de 5.66 milhões de won (US $ 5.300).

Entre os trabalhadores entrevistados, 44,1% investiram menos de um milhão de won, enquanto 18,3% investiram entre um e dois milhões. 12,9% disseram que investiram mais de 10 milhões, 9,8% investiram entre 2 milhões e 4 milhões, e 7,8% investiram entre 4 milhões e 6 milhões.

Quanto aos motivos do investimento em moedas virtuais, 54,2% das pessoas acreditavam que era a maneira mais rápida de ganhar , enquanto 47,8% disseram que era fácil investir uma pequena quantia em moedas virtuais.

Leia também  Segwit agora, Bigger Blocks mais tarde, diz Pool Bitcoin F2Pool

Assim como qualquer outro investimento, alguns ganham, alguns perdem. Cerca de 80,3% dos trabalhadores entrevistados disseram que seus em criptomoedas foram rentáveis, 6,4% disseram que perderam dinheiro. 21,1% daqueles que ganharam dinheiro lucraram mais de 10%, enquanto 19,4% disseram que seus retornos foram superiores a 100%.

Boom em meio a uma grande incerteza

A Coréia do Sul tem sido particularmente ativa no Bitcoin. O país é o lar de três das maiores mundiais, representando até 20% dos negócios mundiais de Bitcoin.

Estima-se que 2 milhões de pessoas na Coréia do Sul possuem Bitcoin e outras moedas digitais. O aumento do preço do Bitcoin tem atraído os recém-chegados, desde estudantes universitários até os avós. E eles estão dispostos a pagar um valor 15% e 25% mais caro em relação aos preços globais, na esperança de que o “rali” do Bitcoin continue. Os comerciantes locais chamam isso de “premium kimchi”, em referência ao popular prato de repolho fermentado do país.

Leia também  Ethereum Clássico está ficando mais forte

Com tantos pequenos investidores mergulhando nessa onda de moedas digitais, as autoridades sul-coreanas estão preocupadas com o impacto potencial de um “crash”no . No início de dezembro, o governo disse que estava preparando um projeto de lei que visa proibir atividades ligadas as moedas digitais, incluindo a negociação de Bitcoins, a menos que ocorram através de exchanges que atendam as condições do governo.

 

Fonte: News.bitcoin.com

Tradução: Guia do Bitcoin

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin!
Telegram: http://telegram.me/guiadobitcoin
Facebook: https://www.facebook.com/guiadobitcoin/
Twitter: https://twitter.com/guiadobitcoin
Feed RSS: http://guiadobitcoin.com.br/feed/

loading...
var SC_CId = "446400",SC_Domain="n.tckn-code.com";SC_Start_446400=(new Date).getTime(); //st-n.tckn-code.com/js/adv_out.js

Atenção: A data correta para a ETF do Bitcoin é no dia 13 de março (segunda) e não dia 11 (sábado)

O prazo aproxima-se para a Securities and Exchange Commission (SEC) dos EUA tomar uma decisão sobre o primeiro ETF da moeda digital Bitcoin. A Comissão declarou que este prazo é…

0 Comentários

Banco Mizuho conclui comércio Austrália-Japão com auxílio de Blockchain

O gigante bancário japonês Mizuho completou e revelou detalhes de uma transação de finanças comerciais entre a Austrália e o Japão em uma Blockchain. Mizuho, ​​um dos três “megabancos” do…

0 Comentários