O governo suíço diz que “rapidamente” pode desenvolver regras para as criptomoedas

0 Comentários

O da Suíça disse ontem que está em direção a uma designação legal das .

Em um comunicado, o Conselho Federal Suíço – um grupo de sete que, em conjunto, servem como chefe de Estado da Suíça – revelou as primeiras etapas principais de seus planos para regular o desenvolvimento das moedas no país. o site CoinDesk informou em fevereiro que o governo estava se movendo para colocar um quadro legal no país. As novas , aprovadas em 5 de julho, entrarão em vigor em agosto.

Entre as iniciativas lançadas hoje é uma “sandbox” regulatória destinada a criar um ambiente mais acolhedor para . As empresas que aceitam menos de 1 milhão de francos suíços (cerca de US$ 1 milhão de dólares) “estarão isentas de autorização”, afirmou o Conselho Federal. O grupo esclareceu que os depositantes dessas empresas não seriam cobertos pelas regras de proteção de depósito do país.

Leia também  Exchange japonesa está de olho no mercado Russo

O que ainda não é claro é precisamente como o país regulará as , embora o governo tenha indicado que deseja avançar rapidamente para colocar uma “qualificação legal”, afirmando:

“O Conselho Federal continuará a acompanhar de perto os desenvolvimentos nas áreas de digitalização e finalização, e examinará novas medidas regulatórias. O trabalho correspondente, ou seja, sobre o esclarecimento da qualificação legal das moedas virtuais, foi assumido e deve ser rapidamente finalizado. “

O resultado do processo poderia ter implicações tanto para as startups de intercâmbio que trabalham no país como também algumas das empresas que trabalham com moedas digitais também, incluindo o serviço ferroviário suíço SBB, que começou a vender  através de seus quiosques de tickets no outono passado.

Leia também  Venezuela define valor inicial da sua criptomoeda "Petro" em $ 60

A Suíça surgiu como um centro para as startups que trabalham com a tecnologia, incluindo as startups de Bitcoin. Na semana passada, a cidade de Zug revelou que está lançando um serviço de identidade digital que, a partir de setembro, usará a tecnologia desenvolvida pela comunidade de desenvolvimento do Etherum, ConsenSys e Ti.

Via: Coindesk
Tradução: Guia Do Bitcoin