O governo suíço diz que “rapidamente” pode desenvolver regras para as criptomoedas

O da Suíça disse ontem que está em direção a uma designação legal das .

Em um comunicado, o Conselho Federal Suíço – um grupo de sete que, em conjunto, servem como chefe de Estado da Suíça – revelou as primeiras etapas principais de seus planos para regular o desenvolvimento das moedas no país. o site CoinDesk informou em fevereiro que o governo estava se movendo para colocar um quadro legal no país. As novas , aprovadas em 5 de julho, entrarão em vigor em agosto.

Entre as iniciativas lançadas hoje é uma “sandbox” regulatória destinada a criar um ambiente mais acolhedor para startups. As empresas que aceitam menos de 1 milhão de francos suíços (cerca de US$ 1 milhão de dólares) “estarão isentas de autorização”, afirmou o Conselho Federal. O grupo esclareceu que os depositantes dessas empresas não seriam cobertos pelas regras de proteção de depósito do país.

Leia também  Universidade de Stanford trará Workshops de Bitcoin em conferência de tecnologia

O que ainda não é claro é precisamente como o país regulará as moedas digitais, embora o governo tenha indicado que deseja avançar rapidamente para colocar uma “qualificação legal”, afirmando:

“O Conselho Federal continuará a acompanhar de perto os desenvolvimentos nas áreas de digitalização e finalização, e examinará novas medidas regulatórias. O trabalho correspondente, ou seja, sobre o esclarecimento da qualificação legal das moedas virtuais, foi assumido e deve ser rapidamente finalizado. “

O resultado do processo poderia ter implicações tanto para as startups de intercâmbio que trabalham no país como também algumas das empresas que trabalham com moedas digitais também, incluindo o serviço ferroviário suíço SBB, que começou a vender  através de seus quiosques de tickets no outono passado.

Leia também  Banco Central das Filipinas emite diretrizes para exchanges de moedas virtuais

A Suíça surgiu como um centro para as startups que trabalham com a tecnologia, incluindo as startups de Bitcoin. Na semana passada, a cidade de Zug revelou que está lançando um serviço de identidade digital que, a partir de setembro, usará a tecnologia desenvolvida pela comunidade de desenvolvimento do Etherum, ConsenSys e Ti.

Via: Coindesk
Tradução: Guia Do Bitcoin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *