Novo regulamento de criptomoedas da Coréia do Sul proíbe completamente Marketing Multinível

O regulamento relacionado ao Bitcoin e a criptomoedas é sempre um assunto sensível. A Coreia do Sul recentemente introduziu um novo “ato de regulamentação” relacionado ao Bitcoin. Isso foi bem anunciado antecipadamente, no entanto.

Park Yong-Jin é a pessoa responsável por esse desenvolvimento. Sob esta nova lei, haverá cinco classificações de identificadores de criptomoedas. Além disso, alguns modelos de negócios serão proibidos inteiramente, o que é uma decisão inteligente.

Leia também  MinerWorld e D9 são investigadas no Paraguai por esquema de pirâmide financeira

A regulação do Bitcoin e outras moedas nem sempre é negativa

Por enquanto, esta nova regulamentação não terá impacto negativo. Esta é uma emenda à Lei de Transações Financeiras Eletrônicas do país. A regulação do Bitcoin e outras criptomoedas nem sempre é negativa. Na verdade, cria um ambiente legal em que essas moedas podem operar de forma avançada. Uma “desvantagem” é que certos modelos de negócios precisarão repensar sua estratégia.

A tentativa de regulamentação da Coreia do Sul acabará com pirâmides financeiras envolvendo Bitcoin

Dada a crescente popularidade das criptomoedas na Coréia, tal medida regulamentar era de se esperar. Afinal, Bitcoin e Ethereum subiram de valor substancialmente em 2017. No entanto, até a semana passada, não houve esclarecimentos legais sobre quem pode vender criptomoeda. Além disso, não houve restrições nesse modelo de negócios. Com essas novas propostas, haverá cinco classificações diferentes de manipuladores de criptografia. Uma definição clara de como diferentes pessoas e empresas se enquadram em categorias específicas é uma tendência positiva.

Mais especificamente, a lei distingue entre comerciantes, revendedores, corretores, emissões e gerentes. Esta última parte é bastante interessante, no entanto. Qualquer pessoa que armazene ou gerencie criptomoedas em nome de outros será um “gerente” a partir de agora. Será interessante ver se isso significa que eles exigem uma licença específica para operar. Além disso, a Coréia do Sul quer regulamentar aqueles que oferecem sistemas para criar e emitir moedas digitais. Uma categoria muito interessante para manter um olho, isso é evidente.

Marketing multinível (MMN) será ilegal na Coreia do Sul

Outro efeito colateral desta proposta é como algum modelo de negócio em breve será ilegal. Qualquer um que execute um esquema MMN enfrentará um momento muito difícil. Além disso, manipulação de mercado e lavagem de dinheiro podem resultar em sentenças de prisão severas. É evidente que mais regiões precisam proscrito modelos de negócios obscuros envolvendo Bitcoin e outras moedas. Especialmente empresas que afirmam estar envolvidas com “Bitcoin”, mas sem provas para isso, como supostas empresas de “mineração” ao redor do mundo. Esses esquemas nascem todos os dias e as pessoas precisam ter cuidado e se informar bastante, antes de tudo.

Leia também  Alerta de SCAM: LCF Coin não é uma criptomoeda! É uma fraude que está abusando do nome de uma família

Confira nesse post como identificar pirâmides financeiras e se defender delas, e nesse outro link, confira a nossa Blacklist, com uma vasta lista de sites suspeitos e empresas que utilizam o nome do Bitcoin como fachada.

Em geral, praticamente 100% dos sites que usam Marketing Multinível + Bitcoin costumam ser fraude. Desconfie de qualquer promessa de rendimento! O Bitcoin deve ser gerenciado somente por você.

Via: Livebitcoinnews
Tradução/Adaptação: Guia do Bitcoin


Siga-nos para manter-se atualizado sobre o Bitcoin:

Telegram: http://telegram.me/guiadobitcoin
Facebook: https://www.facebook.com/guiadobitcoin/
Twitter: https://twitter.com/guiadobitcoin
Linkedin: https://www.linkedin.com/company-beta/16221556

Bitcoins no seu e-mail

Digite o seu e-mail

loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *