Tron irá desbloquear 33 bilhões de tokens em janeiro de 2020

0 Comentários

A Tron (TRX) não teve um 2019 com um excelente desempenho e pode começar o próximo ano com um ainda pior. A rede da TRX deve liberar 33 bilhões de tokens em 1.º de janeiro de 2020. Analistas acreditam que o preço da altcoin pode cair de maneira acentuada caso a Fundação Tron não queime ou use de maneira adequada suas moedas.

Uma queima de tokens não seria novidade para a Tron. Em 2018, para comemorar a independência da rede Ethereum, houve uma queima de 1 bilhão de tokens avaliados a US$50 milhões na época.

“Considerando a segurança dos ativos digitais, a Tron Foundation bloqueou 33.251.807.424 TRX (o valor original é 34.251.807.524 TRX, 1 bilhão de TRX foram queimados quando o lançamento da mainnet), o TRX foi bloqueado em 1000 endereços da TRON mainnet, dessa forma, pode ajudar a reduzir o risco de perder ativos digitais”.

Em seu lançamento a Tron emitiu 100 bilhões de tokens e um pouco mais de 33 bilhões de TRX que seriam exclusivos da Fundação Tron. Esses fundos bloqueados estão com prazo de desbloqueio para 1.º janeiro do próximo ano. Isso aumentará em 50% a oferta atual de circulação de TRX.

Após anunciar o desbloqueio de TRX, a conta Tron News fez uma pesquisa para saber a opinião da comunidade sobre onde os fundos deveriam ser gastos.

Sem nenhum plano para os tokens liberados, a conta apresentou três opções: investir os fundos para aumentar a infraestrutura e desenvolvimento do Tron, travar os tokens novamente ou gravá-los.

A opção vencedora foi a gravação dos tokens com 55% da aprovação dos entrevistados.

Apesar do ano conturbado, Justin Sun conseguiu feitos importantes. Um deles foi o investimento nos fundos da Poloniex. Esse movimento foi uma boa opção para expandir os serviços da plataforma.

Justin Sun também anunciou uma nova aquisição para a BitTorrent no último domingo (29). Apesar de fazer surpresa e não informar qual será a aquisição que ocorrerá em janeiro, Sun disse que a principal beneficiária será a Tron.

Outra notícia positiva para a TRX é que a Samsung, que tem parceria com a Tron desde outubro de 2019, passou a fornecer suporte para 3 dApps baseados em Tron em seus dispositivos.

Os aplicativos descentralizados escolhidos foram TronLink uma plataforma de carteira TRON totalmente suportada disponível para PC e celular, o Blockchain Cuties, um jogo de colecionáveis ​​baseado em blockchain e o Super Player.

Com esse espaço conquistado na Samsung a Tron consegue ser um dos criptoativos mais amigáveis ao consumidor.

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.