Analista diz que previsão de US$100 mil para 2020 é muito exagero, mas é uma certeza para 2021

0 Comentários

O momento mais aguardado do Bitcoin para esse ano com certeza é o halving, o momento em que a recompensa por mineração diminui pela metade. Historicamente esse tem sido um momento delta para o Bitcoin, com movimentações extremamente positivas. Nesse ano, alguns estão dizendo que o preço da moeda será levado para a casa dos US$100.000 após o evento. Já o Keith Wareing acredita que a previsão é exagerada, mas que esse preço vai chegar.

Em um artigo para o Cointelegraph, Keith falou sobre a atuação do mercado, que está sim em um bom momento, mas aproveitou o espaço para falar que há muito exagero em afirmar que a moeda vai atingir US$100.000 ainda esse ano.

Segundo o analista o mercado está definitivamente demonstrando sinais de estar a favor dos bulls, ou seja, com um sentimento altamente positivo. Esses sinais são o aumento na dificuldade de mineração, que trouxe aumentos de 5% nas últimas correções, o MACD que também está oficialmente em um padrão bullish e o preço que vem crescendo desde a virada do ano.

Mesmo assim, ele ressalta que no momento existe muita informação errada dentro do criptomercado. Alguns especialistas, principalmente no YouTube, estão afirmando que a moeda principal vai chegar a US$100.000 ainda em 2020.

Sobre as previsões, Keith informou:

“Como um youtuber de criptomoedas, eu acho esse tipo de previsão vergonhosa e infundada, já que historicamente o preço do Bitcoin não começa a subir antes de 6 meses a 1 ano depois da data real do halving.”

 

Como comprar Bitcoin no Brasil | Guia Completo

 

Para fortalecer a sua opinião, Keith deu uma olhada nos halvings anteriores. Em novembro de 2012, quando aconteceu o primeiro evento de diminuição da recompensa, o BTC era negociado por volta de US$10 e o preço não começou a ganhar tração até março de 2013, com uma alta para US$30, um valor que não representava um ATH, já que esse valor tinha sido atingido em 2011.

Só depois que março de 2013 que a moeda passou a ter um movimento parabólico. Em abril de 2013 o BTC atingiu US$269, antes de cair para cerca de US$130, até o fim de outubro de 2013. A partir desse ponto o preço decolou para US$1.176, por volta de novembro de 2013.

Toda essa movimentação levou mais de 12 meses após a data do halving. Já o evento em 2016 apresentou um padrão parecido, atingindo um novo ATH apenas 10 meses depois.

“Então, com isso em mente, o quão provável é para o Bitcoin atingir o seu valor mais alto anterior de US$20.000 em 2020 ou ainda mais, um valor que é cinco vezes esse valor? Sendo assim, é mais racional esperar um crescimento constante durante 2020 e possivelmente um movimento parabólico em 2021. Com isso em mente, os traders precisam encarar o mercado uma semana de cada vez.”

Mas esse não é um sinal ruim para o BTC, muito pelo contrário, é na verdade uma forma muito melhor de ter um aumento no preço, criando novas baixas mais altas e níveis de suporte mais fortes.

Também é melhor para você, que vai ter mais tempo para comprar Bitcoin.

Atualmente o Bitcoin está sendo negociado a US$9.338. As próximas resistências estão em US$9.500 e o tão sonhado US$10.000. No caminho oposto temos o suporte em US$9.000 e US$8.600.

Veja também: Líderes da Unick são liberados da prisão

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin! Se inscreva em nossas redes sociais:

 

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.