HomeRobinhood & Coinbase estão entre os maiores investidores no lobby político, antes de demitir 9%/18% da força de trabalho

Robinhood & Coinbase estão entre os maiores investidores no lobby político, antes de demitir 9%/18% da força de trabalho

Dan Ashmore, CFA

Principais conclusões

  • Robinhood gastou mais do que qualquer empresa de criptomoedas em despesas de lobby no primeiro trimestre deste ano, doando US$ 610.000 antes de demitir 9% de seus funcionários em tempo integral
  • A Coinbase doou 62% menos no primeiro trimestre do que no trimestre anterior, pois os anúncios do SuperBowl aumentaram as despesas antes de demitir 18% de sua força de trabalho
  • Os gastos políticos com criptomoedas como um todo aumentaram ligeiramente no primeiro trimestre de 2022, apesar da desaceleração do mercado em relação ao trimestre anterior
  • Houve US$ 1,8 milhão em doações nas cinco principais empresas

As importantíssimas eleições de meio de mandato dos EUA estão cada vez mais próximas, quando democratas e republicanos disputam o controle das casas do Senado.

Ao analisar o financiamento político este ano, algo saltou à vista – as empresas de criptomoedas estão se movendo cada vez mais para o espaço político, com uma série de empresas gastando quantias crescentes em lobby político este ano, apesar da queda generalizada nos preços de mercado, demissões em massa e a queda geral no volume em todo o setor este ano.

Doações políticas lideradas por Robinhood

Robinhood anunciou que demitiria 9% de seus funcionários em tempo integral em abril, já que a desaceleração nos mercados atingiu duramente a cripto e a corretora de ações. No entanto, isso ocorreu depois de um trimestre em que eles doaram mais dinheiro para o lobby do que qualquer outra empresa de criptomoedas, com US$ 610.000, um aumento de 42% em relação aos US$ 430.000 que gastaram no quarto trimestre de 2021.

Blockchain Association, Coinbase, Ripple Labs e Dapper Labs completaram o top 5 em gastos, como mostra o gráfico abaixo.


Olhando para os números gerais, a quantidade total de doações foi relativamente uniforme no quarto trimestre de 2021 em comparação com o primeiro trimestre de 2022. Embora os mercados tenham atingido máximos históricos em novembro de 2021, quando o Bitcoin foi negociado a US$ 68.000, o sentimento piorou no primeiro trimestre de 2022, e é por isso que é notável que os gastos permaneceram dinâmicos.

Com o mercado de urso realmente acelerando no segundo trimestre de 2022, seria de esperar que houvesse uma queda em todo o setor assim que os números do segundo trimestre fossem revelados.

Em uma base mais granular, porém, houve alguns movimentos que se destacaram em relação ao trimestre anterior, conforme demonstrado acima. Mencionamos o aumento de Robinhood, mas foi exatamente o oposto de outra empresa que também reduziu sua força de trabalho recentemente, a Coinbase.

A proeminente exchange listada publicamente doou o maior valor no quarto trimestre de 2021, com US$ 740.000, mas esse número caiu 62% no primeiro trimestre de 2022. Isso ocorreu em meio a um desembolso muito divulgado de US$ 14 milhões em um anúncio de um minuto do SuperBowl em fevereiro. Quatro meses depois, a Coinbase demitiu 18% de sua força de trabalho, compreendendo 1.100 empregos.

Com as eleições de meio de mandato chegando, o lobby está cada vez mais no centro das atenções. Embora tradicionalmente os gastos aumentassem à medida que nos aproximamos da época das eleições, o outro lado é que o mercado de criptomoedas está em queda livre este ano, evidenciado pelas demissões acima mencionadas.

Não está claro, portanto, se esse nível de gastos com lobby poderá ser mantido. Vamos torcer para que as demissões não piorem, no entanto.

Fontes

OpenSecrets.org

Usamos cookies para personalizar conteúdos e anúncios, fornecer recursos de mídia social e oferecer a você uma experiência melhor. Ao continuar navegando no site, ou clicando em "OK, obrigado", você aceita o uso de cookies.